Ex-secretário defende a necessidade da manutenção das ADRs

O ex-secretário Regional, Juarez Mattos, diz que foi um erro do governo Moisés extinguir com as ADRs, pois criará um imenso problema com a nova centralização dos serviços e ações do governo na capital.

JuarezPinhob_500x306.jpg

Como todo o governo e mesmo as empresas privadas é preciso aprimorar os sistemas e nunca acabar com eles. Ele não sabe como ficará por exemplo com relação à prestação de contas dos convênios que o governo mantém na região. Só com as Apaes são mais de 150 em todo o estado e terá de ser criado um mecanismo para facilitar o processo.

Ele, que acompanhou o trabalho das SDRs desde quando foram criadas, observa que o então governador copiou modelos de governo que ele acompanhou em suas viagens ao exterior. Mesmo São Paulo, o governo Dória pode adotar modelo semelhante. Foram no segundo mandato de Raimundo Colombo, transformadas em ADRs, estas secretarias perderam muito de suas funções.

Lembra que inicialmente elas tinham um orçamento e era o Conselho de Desenvolvendo Regionais, composto por membros influentes destas comunidades que determinavam os projetos que seriam contemplados com esses recursos.

Mesmo assim, perdendo forças, as ADRs ainda exerciam um importante papel de facilitador, especialmente no acompanhamento dos convênios. Exemplificou, por exemplo, que no último mês do governo anterior foram necessários fazer o levantamento de alguns convênios.

Tinha prefeituras com algumas pendências que precisavam ser resolvidas. Observa que a prefeitura de São José do Cerrito tinha um dinheiro pendente de R$ 100 mil que não havia sido repassado pelo governo do estado porque faltaram alguns documentos. “Somente em um dia – tinha de ser resolvido num único dia – por cinco vezes houve necessidade de deslocamento entre Lages e o Cerrito. Imagina se fosse necessário ir a Florianópolis para resolver. Não iria conseguir, mesmo porque o trânsito nesta rodovia está cada vez mais complicado”, observou Mattos

Setor fecha até a volta de servidor que está em férias. Parece piada!

O amadorismo por parte dos que hoje ocupam o Centro Administrativo impressiona. Leia, por exemplo, esta correspondência enviada a um fornecedor do governo:

IMG_20190109_WA0009.jpg

Trata o servidor em férias pelo seu apelido "Juca" e o setor fica fechado até fevereiro até a volta do mesmo. Esta tal assistente  confessa as dificuldades que enfrentam para tocar o setor do governo e atender as demandas.

Vereadores de Otacílio Costa fizeram sessão extraordinária para aprovar orçamento

Muita polêmica em Otacílio Costa com relação a aprovação do orçamento da prefeitura para 2019. Ocorre que a Câmara não o aprovou quando foi à votação na última sessão do ano.

Os vereadores entraram em recesso e tiveram de ser chamados para uma nova votação, em sessão extraordinária, porque a prefeitura não pode gastar um real se não houver a aprovação do orçamento.

Até o início do ano o executivo estava com as mãos amarradas e não podia autorizar sequer o abastecimento dos veículos para o transporte urgentes de pacientes.

Até os deputado eleitos tentam justificar as “lambanças” do governo

0_11.jpg

Entendemos que o novos ocupantes do Centro Administrativo levará algum tempo para se adaptar, mas não precisa fazer tal lambança. Deixe as pessoas nos cargos e vá trocando aos poucos. O que não pode fazer é nomear e desnomear a toda a hora.

ad41bb3f_c925_40c7_98b5_0c3c54b9feef.jpg

NSC/DC- Anderson Silva

Análise de currículos e sugestões para a contratação… vejam só!

A caça ao javali que está infestando a região da Coxilha

Javali.jpg

Também foi em Coxilha Rica que encontrei esta turma (cerca de 5 pessoas), com belos cães caçadores que abateram dois javalis. Eles são contratados para abaterem os javalis que andam por esta região destruindo lavouras. 

Esta foi o resultado da caça apenas da manhã de sábado, mas diariamente têm um ou mais javalis que estão em grande quantidade pela região.

Silvio conta sua experiência ao participar das filmagens do Globo Repórter

0_9.jpg

Nas andanças em Coxilha Rica encontrei o Silvio Gabriel Xavier, da Capela São Jorge, taipeiro e agora artista global. 

Sílvio gosta de um papo para contar de sua aventura pelo mundo da televisão. Foi filmado pela equipe da Globo que esteve desbravando a Coxilha Rica naquele famoso documentário que na realidade pouco mostrou da Coxilha Rica em sí.

0_10.jpg

Silvio conta que as filmagens onde aparece ele fazendo taipa duraram mais de duas horas e longa entrevista. Aguardou ansioso a exibição na televisão. Imagina a ansiedade! Mas foi uma decepção porque não apareceu mais do que dois minutinhos e ainda erraram seu nome. Saiu como Silvio Pereira.

Silvio nasceu e se criou na comunidade de São Jorge, nunca saiu deste local onde vivem cerca de 10 famílias. Na capela São Jorge estão quatro outros irmãos. Ele e a irmã são responsáveis pela limpeza e conservação da capela, escola e demais instalações como o salão da igreja.

E é também taipeiro, ofício que aprendeu com o pai. Imaginem então o que representou a presença da equipe da Globo no local por uma semana. Acontecimento inesquecível.

Olha ai o asfalto cortando a Coxilha Rica

Coxilha4.jpg

Neste último sábado estive na Coxilha Rica e percorri os 27 km que receberão o asfalto. Já foi implantando em dois trechos:  um de pouco mais de 3 km próximo ao Bodegão e outro no trecho onde tem o viaduto do trem, com mais cerca de oito quilômetros.

Coxilha.jpg

 Neste trecho dá gosto de ver as lavouras que florescem por conta da ação da Coopercampos,

Coxilha2.jpg

Quando acaba o primeiro trecho de asfalto, uma das três pontes construídas. Eu pensei que eram estruturas maiores, mas estão benfeitas, até com muro de arrimo (gabiões) nas laterais do rio.

Coxilha3_1.jpg

Neste trecho vão ter de detonar esta enorme pedra que ficou no caminho. Praticamente todo o trecho já está com a base ou a sub-base pronta. Temos de torcer para que estar obras não parem.

 

0_8.jpg

Canteiro de obras da empresa compasa, de Curitiba, responsável pelas obras. Tem muito maquinário.

 

 

Protesto contra a segunda lista dos mais chatos

Fiquei indignado ao ver uma postagem de uma lista onde meu nome está entre os mais chatos de Lages no ano de 1995…Quero agradecer ao idealizador dessa lista e dizer que fui considerado um chato porque levava para o calçadão de Lages o meu som para realizar campanhas em Prol dos menos favorecidos de Lages e ajudar diversas Entidades a manter as portas Abertas sem nunca ter ganho 1 centavo…Você sabia que em Lages fiz entrega em público de 23 carros zero em apoio a essas entidades??? Você sabia que a creche Tia Bira foi construída com recursos de rifas que eu fazia no calçadão??? Você sabia que conseguimos RS 420.000,00 em 2002 para restaurar a Catedral Diocesana de Lages junto a uma querida e competente equipe da Aproresc…Você sabia que este chato levantou dinheiro para construir a Creche Sagrado Coração de Jesus do Bairro Caça e Tiro??? Você sabia que este chato ficou apresentando todos os eventos do Clube 14 de Junho por 12 Anos??? Você sabia que este chato junto ao SBT realizou por 9 anos a campanha do Agasalho com o lema Vista seu Irmão que foi sugestão minha???Você sabia que por 30 Anos faço parte da maior Associação de Voluntariado do mundo. Não vou aqui continuar enumerando minhas ações em Lages até para não tirar o seu precioso tempo, só quero dizer que este chato tem amor no coração e acima de tudo amo essa Terra e essa gente, levo comigo para sempre o titulo de Amigo da Comunidade de Santa Catarina título dado por você em pesquisa da extinta RBS, por amar você e amar todas as pessoas que mais precisam da minha ajuda..Quero sim morrer com esta fama de ser um cara chato e pedir desculpas as pessoas que encomendei com o som que eu levava no calçadão em apoio a Lages e em apoio às nossas Entidades….

Grande Abraço e uma Feliz Semana a todos…

Hernani Luiz Vieira

 

Hernani tem razão no que ele coloca neste desabafo. É uma das pessoas que muito fez pela comunidade. Teve participação significativa na reforma da catedral entre outras ações que tem realizado ao longo do tempo.

No rastro da primeira lista feita lá em 1986, algumas pessoas decidiram fazer uma lista dos chatos da atualidade. Cada um listou ali os seus desafetos. É uma lista que precisa ser ignorada.

Airton adianta que o PSL já tem candidatos a candidato para concorrer à prefeitura em 2020

Coordenador do PSL na região, Airton Amaral informa que foi dele a iniciativa da nomeação da professora Cláudia Coelho Pezzi para a Gered.Insiste em dizer que a nomeação da gerente anterior que foi abortada antes de assumir,era temporária.

Mas,ao que parece,não é o caso da professora Cláudia que é irmã do diretor do Senai, Telmo Coelho. Vem para assumir pelos quatro anos. Amaral diz que tem muita gente que agora se diz Bolsonaro e que quer ser PSL, porque sabe que será a maior siglado país.

Airton_Amaral_1.jpg

“Mas o partido não é a casa da mãe Joana. Só aceitaremos a filiação de quem estiver politicamente alinhado conosco e tiver ficha limpa”, diz, confirmando que o PSL está mesmo sendo muito assediado, especialmente “por aqueles que perderam nas urnas e busca um espaço para concorrer”.

Como candidato a prefeito em 2020, por exemplo, já há nomes definidos: o candidato natural seria ele que concorreu a deputado federal e o segundo da fila é Fernando Sommariva, presidente local do partido.

Portanto, aqueles que imaginam que a sigla estaria disponível para aqueles que pensam em deixar seus partidos para concorrer pelo PSL não terão guarida no partido.