Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

251.jpg

 

unnamed_18.jpg

 

Arquivo

 
19 Junho 2018
Odila diz que Lages era uma das poucas cidades a não atender normas do SUS

Odila__2_.jpg

A Secretária de Saúde, Odila Waldrick, informou nesta segunda-feira que a determinação de que para ter acesso ao SUS precisa passar pela sua porta de entrada que são as unidades de saúde, partiu do Ministério Público Federal e Denasus, para atender a lei Nº 8080, de 1990, que regulamenta o sistema.

Observou ela que em uma reunião em Florianópolis onde estavam presentes representantes de outros 52 municípios, apenas Lages ainda não estava atendendo tais normas. Não há o que discutir a respeito, disse ela.

O prefeito Ceron reconhece que só irá aumentar a demanda na saúde e até dificultar o atendimento, mas não há como ser diferente.

19 Junho 2018
Deputados também estão discutindo a questão do acesso aos SUS

Por iniciativa de deputados estaduais e do governo, já está marcada uma audiência pública na Assembleia Legislativa para discutir a respeito das filas do SUS, que segundo o deputado Fernando Coruja (Podemos) as pessoas reclamam que aumentou muito e ninguém está sendo atendido em nada. Tanto que há uma lei tramitando na Assembleia limitando em 120 dias o prazo máximo de espera para a realização de exames.

Coruja2.jpg

“Você não precisa ir ao posto de saúde para ser atendido na realização de um exame pelo SUS. Se você chegar com uma autorização o SUS tem de autoriza-la. O SUS não quer saber se foi atendido por um médico particular ou não”, diz o deputado Fernando Coruja (Podemos). Explica que o único motivo que faz as prefeituras municipais restringir os exames é para não gastar.

Reconhece porém que é preciso estabelecer algumas regras. Lembra que ao dar uma palestra aos residentes de um hospital público, disse que “um médico recém formado com um bloco de receitas na mão é um perigo para a sociedade. Porque pede 500 exames e ao invés de resolver o problema, cria um problema”.

Entende que a questão da porta de entrada do SUS precisa ser discutida. Lembra que, como médico, trabalha muito no final de semana e agora não poderá mais atender porque não pode pedir sequer um exame. Isso que ele é médico do Ministério da Saúde, mas está licenciado. “Imagina se a prefeitura tiver de contratar todos os médicos que um sindicato disponibiliza hoje. Certamente não iria dar conta”, explicou ele.

O próprio secretário estadual de Saúde, Acélio Casagrande observa que não se está satisfeito com o Sisreg, que regula as internações hospitalares, por exemplo, tanto que está até tratando da substituição do programa, porque ele trava muito o processo. Concorda com Coruja de que todo este assunto precisa ser melhor discutido.

19 Junho 2018
Deputados também estão discutindo a questão do acesso aos SUS

Por iniciativa de deputados estaduais e do governo, já está marcada uma audiência pública na Assembleia Legislativa para discutir a respeito das filas do SUS, que segundo o deputado Fernando Coruja (Podemos) as pessoas reclamam que aumentou muito e ninguém está sendo atendido em nada. Tanto que há uma lei tramitando na Assembleia limitando em 120 dias o prazo máximo de espera para a realização de exames.

Coruja2.jpg

“Você não precisa ir ao posto de saúde para ser atendido na realização de um exame pelo SUS. Se você chegar com uma autorização o SUS tem de autoriza-la. O SUS não quer saber se foi atendido por um médico particular ou não”, diz o deputado Fernando Coruja (Podemos). Explica que o único motivo que faz as prefeituras municipais restringir os exames é para não gastar.

Reconhece porém que é preciso estabelecer algumas regras. Lembra que ao dar uma palestra aos residentes de um hospital público, disse que “um médico recém formado com um bloco de receitas na mão é um perigo para a sociedade. Porque pede 500 exames e ao invés de resolver o problema, cria um problema”.

Entende que a questão da porta de entrada do SUS precisa ser discutida. Lembra que, como médico, trabalha muito no final de semana e agora não poderá mais atender porque não pode pedir sequer um exame. Isso que ele é médico do Ministério da Saúde, mas está licenciado. “Imagina se a prefeitura tiver de contratar todos os médicos que um sindicato disponibiliza hoje. Certamente não iria dar conta”, explicou ele.

O próprio secretário estadual de Saúde, Acélio Casagrande observa que não se está satisfeito com o Sisreg, que regula as internações hospitalares, por exemplo, tanto que está até tratando da substituição do programa, porque ele trava muito o processo. Concorda com Coruja de que todo este assunto precisa ser melhor discutido.

19 Junho 2018
Secretaria instala abrigo para moradores de rua durante o inverno

 

Secretário Samuel Ramos informava ontem que somente agora conseguiram um local para abrigar os moradores de rua durante o inverno.

Samuel2.jpg

 "Temos hoje de 50 a 60 moradores de rua daqui, mas a secretaria atende uma média de 120 pessoas nestas condições por mês”, diz ele.

Depois de quase fecharem o aluguel de vários imóveis (quando descobriam a finalidade acabavam cancelando a negociação), a prefeitura acabou conseguindo alugar o espaço da Cáritas, junto antigo seminário que permitirá abrigar de 40 a 50 pessoas por noite.

Última atualização em Terça, 19 de Junho de 2018 12:18
19 Junho 2018
Jogos não mudam a rotina nas repartições públicas

Ceron.jpg

"Por minha vontade não haverá horário especial de expediente em função dos jogos do Brasil. Não se pode ser radical, porque daqui a pouco o apelo popular poderá ser muito grande e ai teremos de adotar."

Disse o prefeito Ceron, em coletiva, nesta segunda-feira. Pelo menos para o jogo do Brasil, de sexta-feira, o expediente nas repartições e da rede municipal de educação será normal.

19 Junho 2018
Será feita a terceira perícia para estabelecer o valor do terreno da Berneck

Prefeito Antônio Ceron disse ontem, que se o impasse com relação ao terreno para implantação da Berneck não se resolver em 30 a 40 dias teme que poderá complicar. O que a prefeitura está solicitando agora é que a justiça informe se depositando os 900 mil a mais, além dos R$ 2,5 já depositados, a prefeitura poderá estar de posse do mesmo para que a Berneck dê andamento a implantação da unidade. Foi determinada uma nova perícia para avaliação do terreno já que a família proprietária questionou os valores da perícia judicial realizada.

O maior impasse agora é que a família alega que ó terreno está em área urbana (embora recolha o ITR), portanto o valor seria bem mais alto do que estipulado. Desde o início o processo já passou nas mãos de três a quatro juízes.

Mauricio01.jpg

O vereador Maurício Batalha (PPS) que acompanhou o início do processo da vinda da Berneck, como ex-procurador do município, aconselhou o prefeito a procurar a família proprietária do terreno para ver se não consegue o entendimento, O diálogo pode ser a saída para o impasse criado, segundo o vereador.

18 Junho 2018
João Alberto se despediu do cargo na sexta--feira

35298614_1803530319707301_5860228493068992512_n.jpg

Olá, amigos, tudo bem? A vida é feita de ciclos, em todos os sentidos, e eu acabo de encerrar mais um para dar início a outro. Nesta semana oficializei o meu pedido de demissão do Governo do Estado. Assumi como secretário regional de Lages em maio de 2014 com o compromisso de defender as causas e lutar pelo desenvolvimento da nossa região. Fizemos muito e saio de cabeça erguida e com o sentimento de dever cumprido. Nossa passagem de quatro anos pelo cargo foi marcada pelo comprometimento, parceria e respeito às pessoas e ao dinheiro público. Agradeço de coração, pela acolhida e pelo carinho de sempre, à minha equipe e aos prefeitos, vices, vereadores e moradores dos municípios de Anita Garibaldi, Bocaina do Sul, Bom Jardim da Serra, Bom Retiro, Campo Belo do Sul, Capão Alto, Cerro Negro, Correia Pinto, Lages, Otacílio Costa, Painel, Palmeira, Ponte Alta, Rio Rufino, São Joaquim, São José do Cerrito, Urubici e Urupema. E deixo um agradecimento especial ao meu querido amigo, nosso sempre governador Raimundo Colombo, pela confiança. Espero ter correspondido à altura da excelência que foi o seu Governo, colocando Santa Catarina em uma posição de liderança no Brasil e destaque no mundo. Nesta longa estrada da vida, a jornada continua. Agora um pouco mais em casa, ao lado da minha amada família. Mas sempre com as mangas arregaçadas e disposto a somar e colaborar para o progresso e o bem da nossa gente. Grande abraço, sucesso e muito obrigado a todos! 

João Alberto Duarte

Publicado no dia 15/06/2018, em sua página do Facebook, após entreguar a carta de sua exoneração. do casrgo de Secretário Regional

18 Junho 2018
Nova tabela de vencimentos não causará impacto na folha, diz prefeito

Falando a respeito da nova Tabela de Vencimentos da prefeitura e do projeto que eleva os vencimentos dos engenheiros, arquitetos e contadores, o prefeito Ceron disse hoje que praticamente não haverá impacto na folha, pois eleva-se os vencimentos, mas houve o corte de gratificações e produtividade. “Portanto o impacto na folha é próximo a zero”, disse o prefeito.

Diz o prefeito que não são mais do que 30 servidores que se encaixam nesta classe profissional e que tiveram os vencimentos reajustados.

18 Junho 2018
Mariani é o pré-candidato do MDB ao governo

 

O MDB definiu que o deputado federal Mauro Mariani será o pré-candidato do partido ao governo do Estado, em reunião na manhã desta segunda-feira (18). O governador Eduardo Moreira, especulado nos bastidores como pré-candidato à reeleição, afirmou seu apoio a Mariani.

mauro_mariani_e_pinho_moreira_4948.jpg

“Estou pronto para o desafio, confio em todo o trabalho que realizamos até momento e o apoio do partido será essencial nessa batalha”, afirmou  Mariani.

“Atualmente, pensar num processo eleitoral é inconciliável com a missão de administrar o Estado, na situação de extrema dificuldade que se encontra. Os interesses de Santa Catarina são prioritários”, disse Moreira.

Última atualização em Segunda, 18 de Junho de 2018 15:36
18 Junho 2018
Ceron diz que o projeto de implantação do Lages Business Park ainda não está morto
A ideia da implantação do Lages Business Park não morreu, garante o prefeito Ceron. Está sendo realizado um processo administrativo e como ele disse a um dos diretores do Grupo Koch, é possível até que se encontre uma saída.
 
É que pelo contrato firmado entre a prefeitura e a empresa, o grupo teria de depositar um valor de caução e isso não aconteceu. 
O diretor Volney Koch ligou para o prefeito dizendo que estava desistindo do projeto, mas Ceron disse para que aguarde o final do processo administrativo.
 
Início  |  « Anterior12345678910Próximo »  |   Fim