Governo recebe demandas dos municípios da Serra

O subchefe da Casa Civil, Juliano Chiodelli, e o assessor do governo na Serra Catarinense, Lucas Neves, receberam comitivas de dois municípios da região.

Prefeitos e vereadores de Bom Jardim da Serra e Cerro Negro foram até o Centro Administrativo, em Florianópolis, em busca de apoio para a realização de projetos.

A comitiva de Bom Jardim da Serra pediu a modernização do perímetro urbano da SC 390, com a implantação de calçadas, iluminação, ciclovia e bancos. “É um projeto para embelezar a cidade, visando promover o turismo”, diz o prefeito Pedro Ostetto.

Cerro Negro, por sua vez, solicitou apoio para a construção de um ginásio de esportes municipal. “É um antigo sonho da comunidade”, resume o prefeito Ademilson Conrado.

Os representantes do Governo do Estado, Juliano Chiodelli e Lucas Neves, sinalizaram positivamente, solicitando os projetos executivos detalhados para apresentar ao governador Carlos Moisés.

Frente Fora Bolsonaro realizará novo ato no sábado

A Frente Fora Bolsonaro realizará em Lages um ato contra o governo e o presidente Jair Bolsonaro, no sábado (24). A concentração está marcada para às 10h no Calçadão da Praça João Costa. As manifestações são nacionais. Em Santa Catarina, ao menos 14 cidades terão atos semelhantes.

A Frente pede o impeachment do presidente, vacina no braço e comida no prato, além do auxílio de R$ 600 e contra a reforma administrativa e as privatizações. Os atos pressionam o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), a pautar um dos 120 pedidos de impeachment de Bolsonaro, como o superpedido protocolado por entidades, lideranças, partidos políticos e movimentos sociais.

Em Lages, e em todo o Brasil, os organizadores orientam o uso de máscaras e o distanciamento. Será disponibilizado álcool gel e distribuídas máscaras PFF2. A mobilização é uma iniciativa da Frente Fora Bolsonaro, um coletivo suprapartidário que envolve integrantes de partidos políticos de esquerda, movimentos sociais, juventude e pessoas que não têm ligação com partidos ou organizações.

 

Complicações decorrentes do Covid mata o secretário de Obras de Ponte Alta

 

Internado no Hospital Hélio Ortiz, em Curitibanos há vários dias, morreu na manhã desta quarta-feira (21), vítima de complicações decorrentes da Covid-19, o secretário de Obras da prefeitura de Ponte Alta, Juliano da Silva.
Com apenas 35 anos, Juliano da Silva, que é irmão do vice-prefeito de Ponte Alta, Gustavo da Silva, acabou derrotado pela doença. Ambos estavam hospitalizados com a enfermidade, mas Gustavo reagiu bem ao tratamento e deu alta do hospital, no sábado passado.
O prefeito de Ponte Alta, Edson Júlio Wolinger, decretou luto oficial de três dias pela morte do secretário de Obras. O presidente da Amures, prefeito de Capão Alto Tito Pereira Freitas lamentou em nome dos prefeitos da Serra Catarinense, a morte prematura do secretário de Obras Júlio da Silva.
Em nome dos prefeitos do Sistema Amures, ele deseja a todos os familiares e amigos, os mais sinceros sentimentos pelo ocorrido que abalou a comunidade ponte-altense. Segundo a funerária São José, de Correia Pinto, o corpo será velado na capela mortuária de Ponte Alta.

Vereadores da base pedem que o prefeito reajuste o salário dos servidores

Os vereadores Polaco, Freitinhas, Tio Zé e Jean Felipe apresentaram requerimento endereçado ao prefeito, pedindo aumento salarial para os servidores do município.

mpdf

O pedido é importante, mas se a intenção é essa mesmo será que não seria melhor – como vereadores da base do governo e até do mesmo partido como é o caso de Polaco -, que fossem reivindicar diretamente ao prefeito Ceron?

Colombo intensifica as visitas em várias regiões do estado, já em campanha

O ex-governador Raimundo Colombo cumpriu agenda no Litoral Norte ontem, 20, para ampliar o diálogo com lideranças regionais em torno de um projeto para promover Santa Catarina. Ele estava animado com o resultado das pesquisas divulgadas da RIC que nas consultas aos eleitores em vários cenários e diferentes adversários ele fica com a preferência dos entrevistados.

Colombo, que é pré-candidato ao Governo do Estado pelo PSD, participou de reuniões em Itajaí, Navegantes e em Balneário Camboriú, cidade que completou 57 anos nesta terça.