4 comentários em “MLL dá destaque ao que chama de “política do favor””

  1. O Movimento Lages Livre, ou seja um movimento de Direita, porque não explicam a defesa de Bolsonaro, a defesa da corrupção institucionalizada no Brasil, vem com estas bobagens de criticarem prefeituras se usam um discurso totalmente contraditório e depois apoiam a corrupção, em quem puxam o saco, será que querem uma boquinha no próximo governo, quem está financiando esta turma. Prestam um mau exemplo para Lages, deviam se chamarem Lages Presa, soaria melhor, cadê o movimento sul é meu país, se envergonharam e desapareceram.Ta bom se esconder na internet ainda á a melhor .

  2. Não tem nem vergonha esse movimento!! Nem crédito merecem!! Olha o que o Bolsonaro e seu filhinhos estão fazendo. Falar abertamente em troca de favores e citar os outros!! É muita cara de pau!! Chegaram ao absurdo de CRIAR um partido da familicia e seus adeptos!! Nova política!!! É subestimar a população. Ainda bem que não fazem nem vereador aqui em lages. Quem leva a sério esses arrogantes.

  3. esses movimentos nascem com um único objetivo, assim como é o Movimento Vem pra Rua, trampolim para entrar na política.
    O movimento vem pra rua, elegeu um monte de gente, que está lá, fazendo a mesma coisa que os demais políticos, nada…

  4. O que chama a atenção, que o quadrões comissionados da administração passada é praticamente igual a atual administração, mas, o quadro total de servidores aumentou muito. Discurso do Ceron , reduzir à metade dos comissionados, mais uma mentira.

Deixe um comentário