Dinheiro foi repassado ao 10º BEC

 

 

O Governo do Estado, através do Departamento de Infraestrutura – Deinfra, efetuou no início da semana o repasse efetivo de R$ 6 milhões para a conta do 10º BEC – Batalhão de Engenharia e Construção de Lages. O recurso, que por alguns meses não pode ser acessado devido a entraves burocrático por parte do Batalhão, garantirá o reinício das obras de pavimentação da Rodovia Caminhos da Neve – SC 430, em São Joaquim…

Julgamento da vereadora Estela

 

 

A Justiça marcou a data de 13 de Setembro de 2012 para realizar a audiência de instrução e julgamento da Vereadora Estela Maris Mariotti que foi presa no dia 10 de Julho sob a acusação de estar extorquindo a Prefeita Marlene kayser da Rosa.
 
Segundo a acusação, Estela teria pedido o valor de R$ 25.000,00 para não divulgar fotos íntimas de Marlene Kayser durante o Baile das Mulheres, ocorrido em Maio deste ano.
 
A Prefeita Marlene Kayser teria gravado em áudio a tentativa de extorsão e entregue a gravação à Polícia que efetuou a prisão da vereadora em sua residência no final da tarde do dia 10 de Julho. 

A Câmara já chamou o suplente do suplente

 

 

 

A Câmara de Vereadores informou que efetuou o chamado do vereador terceiro suplente de Vereador para ocupar a vaga deixada por Flares Melo e Estela Chiodelli que se encontram presos.

 

De acordo com a Câmara de Vereadores o caso se resume da seguinte forma:

 

A Vaga ainda é de Flares Melo ao qual não foi cassado, uma comissão de ética foi montada e irá apurar as denúncias contra Flares Melo podendo pedir ou não a cassação do vereador.

 

Como o vereador foi preso na Operação Bola de Neve e não pode mais estar presente nas sessões da Câmara, dispositivos no Regimento Interno e na Lei Orgânica do Município salientam que após o prazo de 30 dias de ausência o vereador é automaticamente afastado temporariamente e substituído pelo suplente.

 

Neste Caso o suplente de Flares Melo seria a Vereadora Estela Chiodelli. A Vereadora chegou a assumir por duas sessões mas também acabou presa sob a acusação de estar extorquindo a prefeita da cidade.

Olavo_Costa.jpg

Ausência da Vereadora já atingiu o prazo de 30 dias sendo asssim a Câmara de vereadores efetuaria a chamada do 2º Suplente. Neste Caso o Suplente seria Olavo Francisco Costa. Porém Olavo havia trocado de partido saindo do PP ao qual fazia parte e integrado o PSD (Que não fazia parte da coligação na época da eleição) e ao qual não lhe dá mais o direito de assumir as vaga de vereador.

Como a Câmara não pode ficar sem vereador efetuou a chamada do 3º Suplente o Dentista Renaldo Albino de Bem que tem 15 dias para se protestar. Porém o dentista está hoje domiciliado em Florianópolis e a Lei Orgânica exige que o vereador deva ser domiciliado no município. Logo indícios levam em conta que Renaldo não queira assumir.

 

Renaldo de Bem e Lóss_1.jpg

Caso o dentista não assuma a Câmara de Vereadores deverá então fazer o chamado do 4º Suplente o funcionário Público Ironildo Lóss num prazo de 15 após o término do prazo de Renaldo. Ironildo Lóss também terá 15 dias para protestar. Caso não queira o cargo a câmara terá que chamar o 5º… o 6º… o 7º suplente e aí por diante!

São Joaquim Online

Por que o Willy está fora dessa eleição?

 

 

Perguntei a razão do  ex-vereador Willy Brun Filho não concorrer às eleições desse ano. Explicou que “não deu vontade”. Nas últimas seis eleições, Willy concorreu em cinco delas: quatro a vereador (sendo eleito em todas) e uma a deputado. Ficou de fora apenas das eleições de 2008. Isso porque, na eleição para presidente foi pescar e esqueceu depois de justificar a ausência.

 

willyBrun.jpg

Disse ele que: “se todas as pessoas que já me perguntaram porque não me candidatei votassem em mim, já bastava para me eleger”.

Escola do município supera meta no Ideb

 

 

 A Secretaria Municipal de Educação comemora o resultado do índice geral do Ideb, que superou a meta mais uma vez. A projeção para 2011 seria de 4.6 e o município alcançou 5.0. O índice, criado em 2007, mede a qualidade de cada escola e de cada rede de ensino em todo o país.

 

Das 21 unidades escolares das séries iniciais avaliadas, apenas cinco chegaram próximo, mas não conseguiram alcançar a meta. A maioria esteve dentro da expectativa e outras com resultados significativos, ultrapassando a meta em quase um ponto percentual.

 

Alunos_da_escola_Ondina__3_.JPG

É o caso das EMEBs Ondina Neves Bleyer e a Juscelino Kubitschek de Oliveira.

A meta estabelecida era de 5.9 e 5.2, respectivamente, e ambas conseguiram índice de 6.7.

Comunidade protesta contra condições de estrada

 

 

População fecha estrada geral de São Joaquim que dá acesso à comunidade de Várzea. Essa estrada é importante porque, além de levar às localidades mais povoadas do interior, dá acesso a várias vinícolas e pomares de maçã.

 

Ela inicia após passar o rio Lavatudo, a poucos quilômetros da entrada da cidade.

 

Até a escola que tem cerca de 400 alunos está fechada hoje porque os ônibus escolares não circularam em protesto.

 

Quem tem propriedade nessa região informa que, embora a estrada tenha sido alargada, em 50 anos nunca esteve em tão péssimas condições.

Devassa nas contas da prefeitura

 

 

Publiquei em minha coluna do Correio Lageano:

 

 

Marlene contratou empresa para fazer

uma auditoria nas contas da prefeitura

 

A prefeita de São Joaquim, Marlene Kaiser da Rosa  informou que desistiu de concorrer nessas eleições por dois fatores: O primeiro deles em decorrência da chantagem da vereadora Estela Chiodelli e, em segundo, por causa da reação de parte da comunidade com relação aos desvios de prefeitura. Ele tem consciência de que muita gente a está abominando pela devassa que está fazendo na prefeitura.

“Gente que nem sei por que razão está contra mim, mas elas sabem no que estão envolvidas”, cita Marlene.

Até aqui, todos os desvios que geraram até prisão, foram com base em documentos encontrados. Não se tem notícias da extensão das fraudes. Tanto que a prefeita contratou uma empresa que iniciou uma auditoria nas contas da prefeitura.

O trabalho nem foi concluído, mas já aponta muito problemas. Só na área da Educação – onde Estela atuava como secretária – são vários. Para se ter uma ideia, para compensar as péssimas condições das estradas do interior, a prefeitura arranjou uma fórmula para garantir o transporte escolar elevando o pagamento da empresa contratada aumentando a quilometragem diária em 100 km a mais, sem nenhum documento legal respaldando a decisão.

Essa mesma pasta gastou durante em 2011 R$ 800 mil com a merenda escolar e, quando chegou ao final do ano, faltou merenda em todas as escolas. Esse ano deve fechar as contas em R$ 300 mil e não vai faltar merenda em nenhuma das instituições.

Portando, ao se concluir o levantamento, se mostrará que os desvios serão ainda maiores do que se imaginava inicialmente e vai envolver muita gente, alguns dos quais até já faleceram.

Comunidade revoltada

Em função disso, Marlene tem consciência de que a comunidade está revoltada e decepcionada com a política e, como gestora da devassa nas contas da prefeitura, tem despertado a raiva de alguns dos envolvidos. A prefeita compartilha da opinião de muitos joaquinenses de que, nessas eleições, o índice de abstenções e votos nulos e brancos será muito elevado.

 

Municípios recebem ônibus

 

 

Dez dos 18 municípios da Serra Catarinense foram selecionados no Programa Caminho da Escola, do Ministério da Educação e receberão nos próximos dias, ônibus para ser usado no transporte escolar nas áreas rurais.

Os ônibus são resultado dos pleitos dos prefeitos em grupo junto a deputados federais, senadores e ministérios. A frota custou ao governo federal mais de R$ 1.2 milhão de investimentos

 

Paulinho_e_D__cio_Lima__1_.JPG

Na viagem que realizou a Brasília em junho, o presidente da Amures Luiz Paulo Farias teve audiência com o deputado Décio Lima, coordenador do Fórum Parlamentar Catarinense, a quem entregou um pedido para que todos os municípios fossem atendidos com ônibus para o transporte escolar.

Os municípios contemplados com os ônibus são Bocaina do Sul, Bom Jardim da Serra, Campo Belo do Sul, Cerro Negro, Correia Pinto, Otacílio Costa, Painel, Ponte Alta, São Joaquim e São José do Cerrito. Cada ônibus custa R$ 123 mil e neste caso, não depende de contrapartida do município.

Mesmo internado “Keko” continua em campanha

 

 

 

Deve acontecer na manhã de hoje a alta hospitalar do policial rodoviário e ex-vereador por duas gestões,

 

Kekohospital.jpg

O candidato Clériton Henrique, Keko, deverá receber alta hoje. Há mais de uma semana ele está internado no Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, após sentir-se mal durante uma reunião para a campanha de reeleição.

 

Keko é portador de uma doença rara, degenerativa, que ataca os neurônios e atrofia músculos e nervos, sendo que as seqüelas são permanentes.

 

KekoHospital1.JPG

Apesar de aparamente bem, ele segue com o tratamento intensivo, tanto que chegou a passar o “Dia dos Pais” no hospital e recebeu a visita de amigos, filhos e familiares no local. 

Fonte: Arquibancada,com jornal