Prefeito quer uma solução imediata para o problema do acesso à Vossko

 

“A situação é pior do que se imagina. Uma empresa que oferece em torno de 600 empregos não pode continuar passando por isso. A solução tem que sair e já”. O desabafo do prefeito Elizeu Mattos foi feito logo após a visita realizada ontem, à empresa Vossko. 

 

Há mais de um mês a Vossko teve o seu acesso direto à BR-116 fechado pela Auto Pista Planalto Sul.

“Trata-se de um problema que se arrasta há quatro anos e agora é resolver ou perder futuros investimentos da Vossko. Optamos por resolver e não vamos descansar enquanto isso não acontecer”, disse Elizeu.

Ele foi informado que o projeto para a construção da marginal está pronto e aprovado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Denit), mas necessita da autorização da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para que a obra possa ser licitada. Uma reunião está agendada para esta sexta (8) às 14h no gabinete do prefeito onde estarão focados no assunto, além de Elizeu, os secretários afins e o diretor  da empresa, Joachim Gerecht.

 

Empresa registra prejuízos

 

Dados estatísticos apontam que desde a instalação da Vossko em Lages, há 10 anos, nenhum acidente foi registrado no trevo de acesso à empresa. Com o fechamento, os caminhões e funcionários percorrem um caminho sinuoso, cheio de curvas, buracos e lama provocando incidentes como o capotamento de um dos caminhões, carregado, deixando os trabalhadores por quase uma manhã toda sem produzir. “Já dá para calcular o prejuízo”, ressaltou o gerente de produção, Osmar Lehmann Schmidt.

A entrega da ordem de serviço do Colégio Rosa

 

 

 

o governador Raimundo Colombo entregou a ordem de serviço para o início da restauração do prédio do tradicional Colégio Rosa.

 

E3.1_1.jpg

Foto: Fábio Ramos

 

O Governo do Estado investirá R$ 5,9 milhões na reforma da edificação, visando transformá-la em espaço que agregará cultura, aprendizado, turismo e lazer. “A educação passou por várias transformações nas últimas décadas, e a certa altura notou-se a necessidade de transferir os alunos para outro local. Agora, devolveremos a cidade um patrimônio histórico riquíssimo”, disse o governador. 

 

O prefeito Elizeu também se comprometeu em recuperar o Memorial Nereu Ramos, que fica anexo.

E4.jpg

A obra levará um ano para a conclusão e o governador falou que quer vir para a inauguração desse e de outro ponto que será também restaurado que é o calçadão da Praça João Costa.

 

 

Nem a chuva que caiu justamente na hora da solenidade afastou do evento às inúmeras autoridades e políticos.

 

 Lá estrava toda a equipe do ex-prefeito Renatinho…

Toda a equipe do atual prefeito Elizeu Mattos

Toda a equipe da Secretaria Regional e…

 

Toda a equipe de governo estadual, já que pela manhã tiveram uma reunião na Pousada Rural.

 

E6.jpg

Colombo examina o busto do governador Celso Ramos …. aliás, Nereu Ramos,  e lá atrás está Godinho, mas juro que não sei para quem ele está rezando

 

Lá estava até o Coronel Tiarajú, não se sabe se voltou de mala e cuia ou só veio para a Sapecada.

tiaraju.JPG

Depois que entrou no PT ficou com um visual mais descolado, está até de brinquinho

Jurandi não deixa a SDR

 

 

 

Os servidores estaduais estiveram presentes à solenidade de entrega da ordem de serviço para as obras de restauração do Colégio Rosa, hoje à tarde. Foram não apenas para prestigiar o governador Raimundo Colombo, mas especialmente para demonstrar apoio o secretário Jurandi Agustini.

 

É que se falava até recentemente na possibilidade dele ser substituído.

 

EXTRA_2.jpg

De tão emocionado Jurandi até pousou para uma foto ao lado do Calça Larga

 

Jurandi ficou tão emocionado quando foi ovacionado que até entendeu-se no discurso. Ao invés da meia frase costumeira, disse duas frases inteiras em seu discurso.

 

 

Perguntei ao governador se havia ainda a possibilidade de substituição de Jurandi e ele disse que convidou Jurandi para assumir um cargo na Secretaria da Saúde, porque precisava dele lá, já que é um administrador competente e um técnico financeiro de mão cheia. O objetivo não foi de simplesmente trocar o secretário.  Mas Jurandi não aceitou, portanto fica como está.

Promotor Lio Marim em campanha

 

 

Oneris Lopes, aassessor da Amures, lembra que o Procurador Geral de Justiça de SC, Lio Marcos Marin estará na reunião dos prefeitos amanhã.

“Ele está em campanha pela reeleição do comando do Ministério Público Estadual, uma eleição silenciosa e cercada por critérios éticos e morais que são dignos de homens públicos”, lembrou Oneris.

A campanha iniciou na segunda-feira desta semana e a eleição será no início de março. Pode render uma pauta à parte.

Deu no Correio Lageano

 

 

 

O ex-prefeito de São Joaquim Nérito de Souza foi condenado por 15 crimes de apropriação indébita, cometidos contra 49 servidores da prefeitura, entre março e outubro de 2009.

 

neritopreso.jpg


Ele foi condenado à pena de três anos e quatro meses de reclusão e ao pagamento de 31 dias-multa, fixado o dia multa no valor da metade do salário mínimo.

 

 


Por ser réu primário, a pena de reclusão foi substituída pela prestação de serviços comunitários por 1.215 horas e pelo pagamento de prestação pecuniária de três salários mínimos em favor da Casa Lar de São Joaquim.

 

 

Prefeito sustenta que impacto da folha é de 2,3%

 

 

Os vereadores de oposição sustentaram sua abstenção de voto no fato de que a folha de pagamentos terá um acréscimo de 25%. E que em quatro anos serão R$ 11 milhões a mais.

 

Mas o prefeito Elizeu insiste em dizer que essa reforma propiciará uma economia de R$ 16 milhões ao ano.

 

Hoje a folha está em R$ 12 milhões e crescimento mensal do custo com a reforma é de R$ 200 mil.

 

Significa que o impacto será de apenas 2,3%.

 

Pergunte a ele de onde foi tirado os 25%?

 

Respondeu o prefeito que a oposição está tomando como cálculo os R$ 12 milhões da folha, só que para o cálculo do impacto estão tomando o valor do acréscimo do ano.

 

Ele lembra que está criando uma estrutura mais moderna com essa reforma.

 

 

Observa que teve de criar alguns cargos exigidos, como por exemplo a estrutura administrativa do aeroporto regional, de combate às drogas e mesmo para o Centro de Zoonose que vai passar por mudanças e finalmente dizer a que veio.

 

Dentro da Secretaria de Planejamento foram criados cargos técnicos já visando a estrutura do Instituto de Planejamento.

 

“Tive de aumentar alguns salários para poder contratar técnicos para melhorar a equipe que hoje não aceitariam com os salários oferecidos”, explicou o prefeito.

PP quer cassar mandato de Felício

 

 

TA6A0396.JPG

Foto: Zé Rabelo

 

Não foi sem razão que o líder da bancada do PP, Juliano Polese foi à tribuna para recomendar ao seu liderados o voto contra o projeto.

 

Segundo consta, o partido pretende entrar na justiça para cassar o mandato de Felício por infidelidade partidária.

 

Comportamento revanchista

 

Não consigo entender o comportamento da oposição quanto ao projeto de reforma. Não foi assim quando Renatinho aumentou em mais seis secretarias. Também não provocou um aumento da folha? Mas a oposição não se comportou da mesma maneira.

Enquanto o governador Colombo chama o prefeito para uma conversa prometendo ajudar a administração e querendo a aproximação – tanto que estará hoje na prefeitura para conversar com Elizeu -, os vereadores se comportam como inimigos.

Como o PSD local vai querer o apoio do PMDB se na prórpria cidade do governador são adversários. 

E vamos ser sinceros, Elizeu Mattos foi um dos que ficaram ao lado de Luiz Henrique – contra a maioria do partido – na defesa da aliança e apoio à candidatura de Colombo.

Em sua fala mansa Marião soltou o verbo

 

TA6A0405.JPG

Foto: Zé Rabelo

 

Vereador Marião disse que o prefeito Elizeu rasgou o discurso. Ao invés de fazer economia, está aumentando a folha em 25% e tira repartições de onde não paga aluguel para ocupar uma mansão no centro da cidade.

 

Balc__o_Cidad__o_volta_ao_atendimento_normal_segunda_feira__2_.JPG

Olha a mansão onde está funcionando hoje o Balcão do Cidadão

 

Falava do Balcão do Cidadão que foi transferido da rodoviária para um espaço próximo ao Tanque.

Aidamar não poupou o prefeito

 

 

TA6A0409.JPG

 

A vereadora Aidamar fez um longo discurso de oposição lembrando que ao inves de aumentar os cargos e aumentar os salários dos comissionados – diz que tem alguns que vão receber de quatro a seis mil, o prefeito deveria estar tratando do reajuste dos servidores, especialmente os trabalhadores braçais que têm data base em janeiro.

 

Pelo que sei a folha de pagamento teve um crescimento muito elevado com os reajuste oferecidos ano passado. A própria vereadora que é professora do município, pulou de uma salários de R$ 7 mil para R$ 12 mil.

 

Quanto a isso, o prefeito lembrou que hoje está sem condições de conceder aumento, além de não haver dinheiro em caixa, foi extrapolado o limite de comprometimento da folha com a receita.

 

Vereadora contesta

 

Segundo a vereadora Aidamar Hoffer eu não falei toda a verdade quando postei a respeito de seu salário. Os R$ 12 mil que recebeu agora foi em função de sua mudança de títulos, já que concluir o mestrado. E também esta incluído um terço de férias. Seu salário mesmo é de R$ 7 mil.

 

Até me questionou por que razão citei apenas o salários dos professores, quando há categorias dentro da prefeitura, como dos fiscais que ganham mais.

 

Foto de Zé Rabelo

Voto de Felício garantiu aprovação do projeto

 

 

 

Os vereadores votaram hoje a noite o projeto de reforma, em sessão extraodinária.

 

Como a aprovação precisava da maioria absoluta, ou seja, metade mais um, só passou porque o vereador Felício votou  a favor, propiciando 10 votos favoráveis (O presidente Anilton só votaria no caso de empate) sendo que seis vereadores se abstiveram de votar.

 

TA6A0401.JPG

Felício (ao lado de João Alberto) foi quem garantiu a aprovação

Isso deixou o prefeito Elizeu chateado porque conversou com os vereadores, e hoje ainda os secretários estiveram na Câmara para fazer as alterações que entenderam ser necessárias.

 

“Os vereadores da oposição faltaram com a palavra, pois se abster é votar contra”, disse o prefeito lembrando que os vereadores se comprometeram com o projeto.

 

Lembrou que foi líder na Assembleia e quando da votação das reformas de Luiz Henrique e depois de Colombo foram aprovadas com o voto da oposição. Mas consegui isso porque nunca faltei com a palavra. O que falta na política hoje é justamente isso:  cumprirem o que promete.

 

Elizeu observa ainda que não votando na reforma, os vereadores não terão direito depois de cobrar nada. Teriam de ter lhe dado um voto de confiança e depois cobrar.

 

 

Porque os vereadores optaram pela abstenção

 

Após permaneceram quase toda a manhã reunidos com os secretários de Finanças e da Administração, os vereadores de oposição se reuniram à tarde com Antônio Ceron e Renatinho.

 

Agradeço Zé Rabelo pelas fotos da sessão