Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

 

Lages.jpg

 

unnamed_18.jpg

 

Arquivo

 
Consumidora procurou o Procon para conferir a venda de combustível

0_14.jpg

O preço do litro da gasolina aditivada em um dos postos de combustíveis à beira da BR-282 em Lages é de R$ 4,289. O valor de R$ 50 daria 11,66 litros.

Uma consumidora estranhou e suspeitou de que a quantia paga e o registro no painel do carro não estavam batendo corretamente. Aí que entrou em ação a verificação volumétrica. Então ela procurou o Procon.

A consumidora percebeu baixíssima movimentação do ponteiro, sendo que, segundo a reprodução do Procon, da queixa dela, havia discrepância em comparação aos abastecimentos anteriores no mesmo valor, pois o ponteiro do marcador se movimentava mais. A dúvida era se a quantia solicitada em dinheiro havia sido realmente depositada dentro do tanque do veículo, fazendo jus ao valor por litro.

O coordenador executivo do Procon de Lages, Júlio Borba, e o fiscal Adriano Padilha de Andrade, realizaram a investigação em quatro bicos de combustível abastecedores de gasolina aditivada no posto em questão. Todas as informações estavam no padrão. Nenhum problema foi evidenciado em relação ao abastecimento neste posto.

 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar Código