Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

 

Lages.jpg

 

unnamed_18.jpg

 

Arquivo

 
Azul ameaça cancelar os voos em SC. Pressiona o governo para manter alíquota de ICMS

Uma notícia preocupante chegou nesta terça-feira, dia 26, ao gabinete do prefeito Antonio Ceron. Um e-mail assinado por Marcelo Bento Ribeiro, diretor de Alianças e Distribuição da Azul Linhas Aéreas, indica que a companhia poderia cancelar voos regionais em SC caso o Governo do Estado não renove os incentivos que atualmente colocam o combustível das aeronaves com alíquota de 3,49% no ICMS. O acordo, segundo o diretor da Azul, vence em março, e se não for renovado, o ICMS será de 17%, o que tornaria inviável manter as operações.

Atualmente, a Azul opera em 103 cidades do Brasil, das quais, seis em Santa Catarina: Florianópolis, Navegantes, Joinville, Chapecó, Jaguaruna e Lages, com negociações avançadas para entrar também em Caçador. No e-mail, o diretor da companhia afirma que esta malha só é possível graças à política de incentivos à aviação regional vigente no Estado.

“Por poder contar com uma alíquota de ICMS de 3,49% sobre o combustível no Estado, a Azul pode ir desenvolvendo e ampliando a sua malha regional porque as operações a partir de Santa Catarina têm custo reduzido, pois a economia gerada nos voos a partir das maiores cidades catarinenses permite um subsídio cruzado na sustentação de rotas regionais, usualmente deficitárias”.

Porém, o diretor da Azul alerta que, se não houver a renovação do atual acordo com o Governo do Estado ou a substituição a contento da companhia em tempo hábil, será inviável manter todas as operações com o ICMS de 17%.

Assim que leu o e-mail, o prefeito Antonio Ceron acionou o presidente da Acil, Sadi Montemezzo, para que a entidade junte-se à causa e reforce a mobilização da Prefeitura. 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar Código