Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

 

Lages.jpg

 

unnamed_18.jpg

 

Arquivo

 
Diretoras prometem cruzar os braços se o prefeito não resolver o caso dos CPPs

A sentença do caso dos CPPs que tramita na Justiça do Trabalho está indo para a execução final e os conselhos terão de pagar as indenizações dos quase 90 funcionários demitidos no início de 2017 por conta do Marco Regulatório.

Diretoras de escolas e membros dos CPPs estão tentando conversar com o prefeito Ceron a respeito, mas não conseguiram agenda. “Se nega veementemente a nos receber”, disse uma das diretoras que prefere não se identificar.

Ontem, terça-feira, foram chamadas pela secretária da Educação com o intuito de fazê-las gastar as verbas que o governo federal mandou para as escolas. “Foi muito infeliz pois foi colocada num “paredão” e nós diretoras fizemos um documento colocando nossa posição de não fazer mais nada enquanto não for dada uma solução para o caso dos CPPs. Estamos muito indignadas também porque na última audiência que teve semana passada o Advogado da prefeitura nem sequer apareceu na audiência mais uma vez”.

Caso o prefeito continue sem querer recebê-los, poderão fechar as escolas e ir para a frente da prefeitura com os pais, alunos e presidentes de CPP para cobrar solução.

 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar Código