Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

 

251.jpg

 

unnamed_18.jpg

 

Arquivo

 
Os eleitores foram às urnas movidos pela indignação

Acho que não foram as faces News as protagonistas destas eleições, mas as falsas pesquisas assinadas por institutos até então respeitáveis. Pelo menos em SC em que apontava uma diferença de apenas 18% de diferença pró Comandante Moisés.

Não se pode mais acreditar nelas pois qualquer observador atento é capaz de fazer prognósticos muito mais assertivos.

Só podemos deduzir que tentam sobreviver trabalhando a favor de quem lhes paga mais, à custa da credibilidade. Em SC, o vencedor do primeiro turno, Gelson Merísio não soube ler a lição das urnas e nem a sua geografia.

Partido para o segundo turno teria de buscar os votos dos derrotados no primeiro para que, somados aos conquistados, superasse o adversário. Especialmente os votos de Mauro Mariani (MDB) e de Décio Lima (PT), que ficaram de fora. Mas o seu principal alvo foi o MDB, na tentativa de aliá-lo ao Comandante Moisés. Serviu para sinalizar ao eleitor de Mariani o aval para o voto no PSL.

Ao atacar o adversário sob o argumento de que lhe faltava experiência para governar o estado, ressaltou o maior mérito do adversário que é justamente o fato de que não vem carregado dos vícios e malandragem da velha política. Justamente o que o eleitor demostrou não querer.

Quando esteve em Lages, na Acil, a vice candidata Daniela Reinehr, observava que ela, como grande parte dos que atuam hoje no PSL vieram dos movimentos contra a corrupção que saíram às ruas para protestar.

A maioria nunca foi atrelada a nenhum partido político e foram para às urnas movidos pela indignação. E também foi em nome da indignação por tudo o que está acontecendo nos governos deste país que o eleitor foi às urnas, votando naqueles que representam a mudança.

E, nem estão muito preocupados se, o eleito, no caso, o Comandante Moisés e Jair Bolsonaro vão ter um bom desempenho como presidente ou governador, se têm ou não um belo programa de governo. É hora da mudança e, derrubando todos que representam a velha política, o povo é que foi vitorioso.

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar Código