Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

 

251.jpg

 

unnamed_18.jpg

 

Arquivo

 
Eleitora queria votar duas vezes e responsável pelo Cartório eleitoral foi intimidado por uma PM

Soube esta semana que o Gilmar Duarte, chefe do cartório da 21ª Zona Eleitoral, foi ameaçado com voz de prisão de policiais militares, em uma das sessões das quais ficou como responsável durante a votação de domingo, dia 7.

É que uma eleitora saiu da urna dizendo que votou errado e queria votar novamente.

Imagina, tem até disso!

O mesário explicou que não era possível votar pela segunda vez. Mas, a leitora intransigente começou uma confusão. Saiu da sessão e voltou pouco depois acompanhada de uma policial que tentou intimidar Gilmar. Ele explicou à policial que ele não poderia entrar na sessão sem autorização do presidente de mesa ou do juiz eleitoral

A policial saiu da sessão e voltou minutos depois acompanhada de outros policiais que continuaram a intimidação a Gilmar, ameaçando prendê-lo.

A confusão só cessou depois que o Gilmar ligou para o comandante da PM, Tem. Cel Alfredo Nogueira, que conversou com os policiais.

Não há dúvida que foi falta de preparo dos PMs para atuarem em uma eleição. Eles teriam de saber que só o juiz eleitoral poderia deliberar a respeito e não há precedente de que um eleitor tenha votados duas vezes numa mesma eleição. E também que o responsável por uma sessão designado pela Justiça Eleitoral está ali representando a própria justiça e precisa de respeito.

Segunda, 15 de Outubro de 2018 23:07
Escrito por: Olivete Salmória | Última atualização em Segunda, 15 de Outubro de 2018 23:12

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar Código