Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

 

251.jpg

 

unnamed_18.jpg

 

Arquivo

 
Debate cancelado por falta de segurança para evitar conflito entre as militâncias
MANIFESTO CONTRA A INSENSATEZ E O RISCO DE BARBÁRIE
 
Acabei de ser avisado que foi cancelado o debate que deveria ter lugar no IFES em Itajaí nesta segunda-feira as 19:30 e a razão do  cancelamento foi a falta de segurança e o risco de confronto entre militantes do Bolsonaro e do PT. Cancelar um debate por falta de confirmação, estrutura ou interesse é uma coisa, outra completamente diferente é uma universidade que é o tempo do saber e do pluralismo deixar de promover um debate por falta de segurança diante de uma ameaça de grupos de políticos que trocam o confronto de ideias pelo confronto físico. Se a Universidade se fecha diante desta ameaça, o que vai restar pra nós, cidadãos? a clausura dos nossos lares e a ameaça permanente? A Universidade é o espaço sadio do confronto de ideias e não podemos nos curvar a isso. Cancelar um debate de ideias por ameaça de conflito físico é admitir estar às portas do Estado de Exceção, seria a ante-sala da insensatez e da barbárie. A política é o oposto destas práticas, é a busca de soluções e o convívio harmônico de quem pensa diferente.
A Universidade e as liberdades estão pouco a pouco sendo ameaçadas, recentemente vimos o processo que visava constranger o Reitor Ubaldo Balthazar e seu Chefe de Gabinete Áureo Moraes, tentando impor a censura dentro do espaço público do campus universitário. Não nos calamos e não vamos nos calar.
Temos que protestar quanto a esta situação e dizer que o representante do Bolsonaro em SC, o Comandante Moises PSL já se enfrentou algumas vezes com o Décio Lima do PT em debates, me lembro de Laguna e Florianópolis, sem qualquer incidente. Devemos dar uma lição de civilidade a estes que querem comprometer o processo democrático e não importa de que lado estejam.
Sugiro um pacto entre o Comandante Moises, Décio Lima e todos os demais candidatos para que haja o debate e cada um se responsabilize pela suas respectivas militâncias e condene os atos que não são compatíveis com o processo democrático e a própria civilização. Não precisamos chamar a polícia e criar um clima de terror para uma responsabilidade que é nossa. Gostaríamos de poder contar com o apoio das diversas centrais sindicais, imprensa, Igrejas, OAB, ABI, prefeituras, etc.
Este clima beligerante só serve para gestar o que Ingmar Bergman de forma magistral mostrou em seu filme “O ovo da Serpente”. Por tudo que representa simbolicamente este cancelamento, nós temos que garantir que ele aconteça, ou senão decretamos a nossa própria falência enquanto sociedade.
 
Florianópolis, 23 de setembro de 2018
Rogério Portanova
Candidato a Governador – Rede Sustentabilidade

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar Código