Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

unnamed_38.jpg

 

251.jpg

 

unnamed_18.jpg

 

Arquivo

 
Ala do Progressista tenta tirar Lucas Neves da disputa eleitoral

Nas últimas semanas está se discriminando através das redes sociais o nome do vice-prefeito Juliano Polese como candidato a deputado. Inicialmente a deputado federal, no lugar do vereador Luiz Marin.

MarinLucas.jpg

Foi necessário que este declarasse à imprensa que ainda está valendo a decisão do partido, tomada ainda lá em fevereiro. em que apontou como pré-candidatos os vereadores Lucas Neves para estadual e Marin a federal.

O que de fato está rolando nos bastidores é a tentativa de tirar o vereador Lucas Neves desta corrida eleitoral para garantir a eleição de Gabriel Ribeiro do PSD, uma vez que disputam, os votos no mesmo nicho eleitoral, na opinião dos analistas destas siglas.

Como PSD e Progressistas estão aliados, ao colocar seu nome na disputa, atende a um projeto elaborado em conjunto para não atrapalhar a campanha de Gabriel. O suplente de vereador do Progressistas, João Cardoso, acha “uma estupidez querer tirar o vereador Lucas do processo, porque hoje é o único do partido em Lages com condições de fazer uma boa votação, pois sozinho fez mais de 6 mil votos na última eleição”, diz ele.

De fato teve candidato a deputado que não conseguiu esta performance. Portanto, está claro que o Progressista está dividido.

a288ecf9c782df3ad64bb0433b89829bJulianoPoleseassumeprefeituradeLagespor30dias1.jpg

A ala de Juliano Polese, que está no poder, tenta então alijar o grupo dos vereadores. A decisão do vereador Lucas votar conta o projeto de reajuste de 150% dos vencimentos dos engenheiros, arquitetos e contadores, na última semana, está servindo de pretexto para cobrar o engajamento no projeto da administração.

JoaoC.jpg

Como a escolha dos candidatos se dá em convenção estadual, o próprio João Cardoso já levou o caso a algumas lideranças estaduais para impedir que o plano arquitetado contra Lucas tenha sucesso. Como vemos, assim como no MDB, aqui também está havendo disputa por espaços na campanha que já se avizinha.

Nesta fase são os próprios partidários que medem forças para conseguir a candidatura. Depois de homologados os nomes, é claro que o partido se reaglutina novamente para a campanha. Mas é aqui que se abrem também as rachaduras que vão permanecer além eleições.

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar Código