Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

unnamed_38.jpg

 

251.jpg

 

unnamed_18.jpg

 

Arquivo

 
A cratera da rua Heitor Villa Lobos

unnamed_9.jpg

R$ 800,00. Foi o prejuízo que teve a condutora de um veículo March ao passar por um buraco, digo uma cratera, na rua Heitor Villa Lobos, bairro São Francisco, na manhã desta quinta-feira (14).

unnam.jpg

O buraco no meio da pista entre o Orion Parque e o Ifsc é uma armadilha. A mulher se deslocava para um evento e teve os dois pneus do veículo cortados ao passar pelo buraco. Uma vergonha uma situação dessas, entre duas instituições que recebem centenas de pessoas diariamente, um buraco fazendo vítimas e prejudicando a imagem da cidade com visitantes que vêm para os eventos. Com a palavra a prefeitura.

 

"Passo por ali desde que aquela cratera era só um buraquinho na pista. Hoje você tem que fazer malabarismo pra não cair nela. Estudo no IFSC e este e apenas um dos problemas desta rua que deveria ser uma avenida. É só pegar um pedaço do terreno da Epagri que está ali só criando mato."

 

Gabriel Alexandre Dal Pizzol

 

Marcia Schlichting E a gente ainda tem que ouvir, não está feliz aqui , mude de cidade.
1
Gerenciar
 
Responder20 h
Marilu Schneider Marcia Schlichting não é uma questão de gostar ou de mudar de cidade é o respeito aos impostos que pagamos e os nossos direitos de cidadania independente de partido ou prefeito, simples assim...
Gerenciar
 
Jose Remi Regianini Regianini Marilu Schneiderposte tá mijando no cachorro,políticos esquecem que são empregados do povo que é quem paga seus salários
1
Gerenciar
 

 

Marcia Schlichting Marilu Schneider, comungo da mesma opinião, quis me referir, que eu lageana faca na bota, tenho que ouvir de uma cidadã que não é lageana que se instalou aqui foi muito bem acolhida, se serviu dessa terra, se serve ainda. E diz para meus conterrâneos " quem não está satisfeito, procure outra cidade pra morar. " a mesma pessoa que sugeriu ao prefeito que a determinada empresa empregasse preferencialmente lageanos, quando ela outrora veio para cá, gostou e ficou por aqui, e com certeza não foi discriminada. E hoje me faz um papel desses.
Acho inadmissível, não sei como veio párar aqui, mas não é dona da nossa terra para dizer esse tipo de coisa. Me ofendeu sim, assim como todos meus conterrâneos, caem aqui de paraquedas, e ainda ficam de donos me poupe. E tem quem defenda discursos dessa ordem e até reelejam. Pelo amor de Deus né!
Marilu valeu tua explanação.
Quinta, 14 de Junho de 2018 14:05
Escrito por: Olivete Salmória | Última atualização em Sexta, 15 de Junho de 2018 12:41

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar Código