Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

251.jpg

 

unnamed_18.jpg

 

Arquivo

 
Ministério Público quer saber porque a Cindacta ainda não libertou o aeroporto de Lages para os voos noturnos

 

Caso foi parar no Ministério Público

A pedido da comissão de voo regional da Associação Empresarial de Lages (Acil), o procurador da república, em Lages, Nazareno Jorgealém Wolff, enviou segunda-feira (30), um documento ao Cindacta II, questionando o que está acontecendo para que os voos por instrumento em Lages não aconteçam. Ele conta que o órgão possui 10 dias para responder, contando a partir do dia que recebeu o documento.

Se caso, não responderem até o prazo, o procurador ressalta que o Ministério Público avaliará a necessidade de instalar um inquérito para investigar o que está acontecendo. E isso, poderá ser feito por meio de uma ação civil ou criminal. “Esperamos que não precise chegar neste ponto para sabermos o que está acontecendo”.

Fonte: Correio Lageano

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar Código