Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

 

251.jpg

 

unnamed_18.jpg

 

Arquivo

 
Esperidião diz que para ganharem o governo PP e PSD precisam estar juntos

 

“A soma (dos dois partidos) é muito maior do que a mera adição. É a sinergia, quando um mais um dá dois e meio”, disse deputado federal e pré-candidato do PP ao governo, Esperidião Amin, ao se referir a aliança do PP com o PSD para as eleições deste ano.

 

Rai.jpg

Foto: Paulo Marquês

 “Seria um crime não juntar porque o DNA é o mesmo. Todas as vezes que nos separamos, perdemos. A aglutinação dos dois, cria força para atrair outros”

Quanto a questão do PSD já oferecer a cabeça de chapa nesta composição, Amin diz que não é uma situação de imposição e também não é de subserviência. A chapa ideal é a que resulte de um acordo. No caso de Merísio só seria uma imposição se não permitisse negociação e ele já tem declarado que estaria disposto a abrir mão de sua candidatura se for necessário.

"E, em política, você não puder declarar e deixar de cumprir. Se eu estou dizendo que desejo compor, eu não estou impondo o meu nome. Acho até que ele evoluiu, já foi mais impositivo.  Eu também tenho minha aspiração, só que não vou perder o parceiro impondo meu nome".

Confessa que se a chapa de Raimundo Colombo e Esperidião Amin para o Senado acontecer, só o será se houver o “compromisso de lealdade”, isto é, do voto casado, como foi no caso de Luiz Henrique e Paulo Bauer.

Segunda, 09 de Abril de 2018 14:03
Escrito por: Olivete Salmória | Última atualização em Segunda, 09 de Abril de 2018 15:35

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar Código