Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

 

251.jpg

 

unnamed_18.jpg

 

Arquivo

 
Ceron teceu críticas ao Observatório Social e falou que fará reforma para adequação da estrutura administrativa

equi1.jpg

O prefeito Antônio Ceron e sua equipe receberam ontem a imprensa para falar a respeito do desempenho da administração neste primeiro ano de governo, falar das obras feitas e previstas, adiantar algumas ações, e desabafar com relação a algumas críticas recebidas. Sobretudo ao Observatório Social quanto às críticas relativas ao custo da decoração natalina e o edital para elaboração do projeto do Centro Administrativo, que segundo o observatório estava com sobrepreço de mais de R$ 800 mil. “Ele deveria ter questionado o edital de licitação, não depois dela feita.”

Quanto ao custo da decoração, o prefeito observou que foi orçado em R$ 355 mil mas nem se sabe ainda quanto será pago porque serão descontados os itens  que não foram fornecidos.

Disse o prefeito que o Observatório pode ajudar, “mas quando se coloca a serviço de um partido político ele só atrapalha”.

equi3.jpg

Ceron também adiantou que em fevereiro deverá mandar um projeto de reforma administrativa para a Câmara, para fazer apenas a readequação de alguns serviços e responsabilidades para melhor fluir os trabalhos.

 

O deputado Gabriel Ribeiro (PSD) esteve presente para anunciar que entre as emendas impositivas para o ano que vem – pela primeira vez as emendas dos deputados ficam garantidas no orçamento do estado- de sua autoria, que são 35 e atenderão todos os 18 municípios, duas são para Lages:

- Uma de R$ 500 mil que prevê o complemento da revitalização da Avenida Camões, com a padronização dos passeios, do antigo posto Rex até a Pres. Vergas.

- outra de R$ 185 mil para construção de uma praça ao lado da Igreja do Navio.

equi4.jpg

Lembrou ainda que do dinheiro do Fundam, os deputados poderão dar destinação a R$ 4 milhões e de sua parte, R$ 2 milhões vão para a compra de implementos agrícolas para às 19 CROs, incluindo um caminhão espalhador de calcário.

Ceron observou que o deputado Fernando Coruja também destinou suas emendas impositivas para Lages, especialmente para a área da saúde.

Segundo o prefeito uma das prioridades para 2018 é trabalhar para o incremento da economia local, pois hoje Lages está em12º lugar em movimento econômico, “pela primeira vez em sua história”, lembrando que já chegou a estar em primeiro lugar.

Se referiu a empresa que o governo do estado está trabalhando para vir para Lages, mas não quis adiantar qual.

Citou o caso da lei recém aprovada do Lages Bem Mais Simples que visa agilizar a abertura de novas empresas e anunciou que estarão entregando um terreno nos próximos dias para a instalação de uma empresas.

Disse ele que está sendo feito um levantamento de todas as empresas que receberam terrenos e não construíram. Sabe que há algumas que receberam há 18 anos e nunca fizeram nada. Pretende tomar de volta.

Equi.jpg

Neste item, lembro que as últimas administrações se propuseram a isto, mas poucos terrenos acabaram voltando ao município. Há inclusive uma empresa que recebeu uma grande área de terra, se instalou provisória e temporariamente e passados os 10 anos, recebeu a posse e agora loteou-o.

Quando a revitalização do centro, o prefeito observou que foi decidido ontem que a licitação não será mais feita pelo estado, mas pela prefeitura porque é mais fácil e 95% do processo de licitação está pronto e antes do final do ano deverá estar o edital na rua. A a partir de agora, ao invés de vir recursos do Banco do Brasil, virá dinheiro do Fundo Social.

Quinta, 21 de Dezembro de 2017 13:24
Escrito por: Olivete Salmória | Última atualização em Quinta, 21 de Dezembro de 2017 13:37

Comentários  

 
#3 Eron Melo 21-12-2017 18:01
E quanto a CPI do natal infelicidade sera vai punir os culpados?
 
 
#2 DADO 21-12-2017 14:54
350 EM ENFEITES DE NATAL, SÓ O PREFEITO NÃO ACHA MUITO. QUANTO A CRIAÇÃO DE NOVOS EMPREGOS SÓ ACREDITAMOS VENDO.SE NÃO FALA O NOME DE UMA EMPRESA DEVERIA CORRER ATRÁS DE OUTRAS MESMO DE PEQUENO PORTE. A REGIÃO DO VALE DO ITAJAÍ DESENVOLVEU-SE COM A DINÂMICA DO METAL-MECÂNICO, INDÚSTRIA DO VESTUÁRIO. QUEM SABE A VOCAÇÃO DO PLANALTO SEJA INDÚSTRIA DO COURO COMO EM REGIÕES DA ARGENTINA QUE APROVEITAM A CRIAÇÃO DE GADO, E DESENVOLVEM PRODUTOS APARTIR DESSA DEMANDA.
 
 
#1 Tobias 21-12-2017 13:48
CERON está fazendo uma administração medíocre. E tem só mais 4 meses pra aproveitar as benesses do governo do estado. Depois disso, apenas vai fazer algumas pavimentações de ruas de qualidade duvidosa vais estar escutadas antes que ele termine seu mandayo
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar Código