Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

251.jpg

 

lages_parque_jonas_ramos_peq.jpg

 

Arquivo

 
Mulher é barrada no terminal porque estava levando compras

A esposa de um amigo comprou uma lata de tinta de três quilos em uma loja do centro, nesta quinta-feira, pela manhã, e foi pegar o ônibus da Transul para voltar para casa. Chegando no terminal foi barrada na catraca, e recebeu a informação que não podia entrar no terminar e pegar o ônibus com compras daquela natureza.

Alegou que se tratava de uma norma estabelecida pela prefeitura.

Consultado, o secretário do Meio Ambiente, Euclides Mecabô,  informou que não há nenhuma lei que estabeleça isso.

Na realidade, é um absurdo que a Transul tenha adotado tal medida. Se é que a direção da empresa tenha mesmo determinado isso.

Comentários  

 
#3 Larissa Silva 16-11-2017 17:07
Quem anda de ônibus constantemente sabe que tem um aviso bem grande na entrada do terminal informando que é proibido circular nos ônibus públicos portando itens inflamáveis.
 
 
#2 Gisele 16-11-2017 16:08
há anos é assim, não precisa ser tinta, tente entrar com muitas sacolas ou uma mais volumosa como um edredon e eles te barra, mas também não são aceitas. Depois não sabem porque diminui o número de passageiros e porque o lageano anda tanto de carro.
 
 
#1 Névio S. Filho 16-11-2017 14:34
Em Florianópolis, o pessoal leva compras de supermercado e tvs nos ônibus, só em Lages para qualquer um criar regras.
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar Código