Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

IMG-20171122-WA0006_1.jpg

 

lages_parque_jonas_ramos_peq.jpg

 

Arquivo

 
Hospital Tereza Ramos terá um Núcleos Internos de Regulação com quatro médicos e dois enfermeiros

 

42 novos médicos e 15 enfermeiros selecionados para atuar nos Núcleos Internos de Regulação (NIRs) dos hospitais públicos da Secretaria de Estado da Saúde (SES) começaram a receber na quarta-feira (1), treinamento para atuarem na regulação interna de cada unidade para melhorar a operacionalização dos leitos, do fluxo de pacientes, procedimentos e exames, gerando maior equilíbrio no sistema de regulação em cada hospital.

O superintendente dos Hospitais Públicos da SES, Marcelo Lemos, disse que “A regulação é de extrema importância para alcançar a equidade no sistema público de saúde. E o NIR é essencial para isso”, explicou Marcelo.

As equipes dos NIRs serão compostas por cinco médicos e dois enfermeiros nos hospitais maiores, e quatro médicos e dois enfermeiros nos NIRs dos hospitais de menor porte. Os profissionais que assumiram hoje farão parte dos núcleos já existentes nos hospitais públicos, dentre eles o Tereza Ramos.

 

Quais são as atribuições do NIR:

- Coordenar junto ao setor de internação/faturamento as internações no Sistema Nacional de Regulação (SISREG);

-Assumir a gestão de leitos, com base no censo hospitalar;

-Regular as vagas das unidades de internação;

-Definir junto à equipe de assistência aos pacientes para leitos de retaguarda;

-Coordenar e executar o processo de regulação no âmbito hospitalar;

-Orientar o fluxo de acesso dos pacientes aos serviços de saúde hospitalares, baseando-se na universalidade, equidade e integralidade;

-Sensibilizar os demais setores do hospital sobre a gestão de leitos centralizada;

-Fazer a interface com a equipe de emergência dos pacientes elegíveis para transferência;

-Intermediar os procedimentos de transferências de/para outras unidades hospitalares (CRIH);

-Elaborar e divulgar Regimento Interno do NIR e horário de funcionamento;

-Agilizar os exames para definir internação ou alta na emergência;

-Atuar para efetivar e desospitalização dos pacientes;

-Monitorar o tempo de permanência e taxa de ocupação;

-Acordar com as especialidades a alta programada;

-Viabilizar a utilização e aplicação de protocolos clínicos.

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar Código