Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

lages.png

 

unnamed_21.jpg

 

lages_parque_jonas_ramos_peq.jpg

 

Arquivo

 
17 Outubro 2017
Secretário Samuel informa que já foram encaminhadas as soluções para os problemas dos condomínios
Prezada Olivete,
Em relação à nota publicada em seu blog, a respeito dos condomínios do programa Minha Casa Minha Vida, em Lages, cabe esclarecer que a Secretaria de Assistência Social e Habitação tem realizado, desde o início da gestão, inúmeros encaminhamentos junto a Caixa Econômica Federal, através da Gerência Habitacional, sediada em Criciúma, e também junto ao Ministério Público Federal, através do Procurador Nazareno Wolff, para solucionar os problemas.

Nessa modalidade de empreendimento, realizada através da parceria entre prefeitura, Caixa e construtora, coube ao Município realizar a seleção e cadastro das famílias interessadas. Já o contrato foi efetuado pela caixa, após o cruzamento de informações e aprovação do cadastro. As famílias contempladas assinaram o contrato com a Caixa, cientes de que não poderia haver desvio da finalidade do imóvel.

Desde modo, quando ocorre alguma irregularidade, a Prefeitura, através da Secretaria de Assistência Social e Habitação, recebe a denúncia e a encaminha para a gerência habitacional da Caixa, que é a responsável pelos trâmites administrativos e judiciais, através da Justiça Federal. Nesse ponto, cabe destacar que somente após a reintegração do imóvel via judicial, a Secretaria pode encaminhar outra família (com o perfil regulamentado pelo programa) para ocupar a residência.

Para coibir as irregularidades, estamos realizando em parceria com a SEMASA, a individualização dos hidrômetros. Assim, somente o mutuário regular do contrato poderá efetuar seu pedido de individualização. Em se tratando de terceiros, o hidrômetro será retirado e o fornecimento da água cortado. Esse processo já foi concluído no condomínio Tozzo, no bairro Bela Vista e está em fase de conclusão no Aristorides na Várzea. No mês que vem será realizado no condomínio Argemiro, localizado também no bairro da Várzea. Já o condomínio Pedro Filomeno, no Bela Vista,  por se tratar de construção horizontal já foi executado com hidrômetros individuais.

Em relação à individualização/desmembramento dos blocos dos condomínios, o processo já está com o Ministério Público Federal que fez a proposição, como alternativa às questões levantadas nos empreendimentos, sugerindo também a criação de associações para utilização das áreas comuns dos condôminos. Devido à legislação federal do Programa, a tramitação judicial desse processo, iniciada nos primeiros dias de outubro, demanda levantamentos e pareceres da Caixa, Prefeitura, Cartórios de registro de imóveis e dos próprios mutuários dos empreendimentos. Desse modo Olivete, esperamos ter esclarecido as dúvidas e estamos sempre à disposição dos vereadores, da imprensa e da comunidade para apresentar nossas ações, de forma detalhada e transparente. Aproveito a oportunidade para reiterar que não nos furtamos de prestar as devidas informações em favor da qualidade de vida da população. Acreditamos que o melhor caminho é o diálogo entre os distintos poderes e o compartilhamento mútuo de conhecimento sobre suas atribuições e iniciativas, lembrando que as providências acerca do assunto vêm sendo tomadas desde o início do período da atual administração municipal.

​Atenciosamente,

Samuel Ramos

Secretário de Assistência Social e Habitação​

17 Outubro 2017
Imóveis não ocupados ou alugados precisam ser retomados e entregues para quem realmente precisa

Enquanto se divulga a existência de uma fila de 13 mil famílias a espera de uma moradia, há muitas que sendo contempladas, simplesmente não ocupam as casas ou apartamentos do Programa Minha Casa, Minha Vida e, outras ainda, alugam o imóvel. Tem coisa muito errada acontecendo nesta área e não vemos preocupação pelas soluções a não ser das pessoas que convivem com os problemas, ou seja, os moradores destes condomínios.

images_2.jpg

Recentemente até houve um esforço por parte do judiciário no sentido de promover a conciliação entre a Caixa e alguns moradores inadimplentes, mas não se chegou a resolver o problema dos imóveis alugados e outros invadidos, especialmente no Condomínio Pedro Filomeno de Abreu.

Semana passada o vereador David Moro até encaminhou requerimento ao procurador da República, Nazareno Jorgealém Wolff pedindo alguns esclarecimentos e questionando se já houve algum encaminhamento para a redistribuição dos imóveis não ocupados pelos contemplados.

Creio que o problema já iniciou lá atrás, quando da destinação das casas ou apartamentos. Se há famílias que até alugaram o imóvel, significa que não necessitavam realmente dele.

O mesmo se pode dizer daquelas que permitiram sua invasão. Também não houve a fiscalização do processo, seja por parte da Caixa ou do poder público para a constatação destes casos e a retomada para redestinação.

carrao_01.jpg

É bom destacar que a Caixa financia e faz o acompanhamento da obra. Pelo menos deveria fazer isso. Mas cabe à prefeitura a tarefa de selecionar as famílias contempladas pelo programa. Sabemos que hoje a prefeitura está buscando novos programas e financiamentos, na tentativa de reduzir o déficit habitacional, Creio porém que deveria atacar o problema por aí: junto com a Caixa e a procuradoria da República reaver estes imóveis alugados ou invadidos.

17 Outubro 2017
Presidente Aidamar vai apresentar um balanço do que já conseguiu economizar dos gastos da Câmara

A presidente da Câmara, vereadora Aidamar Hoffer (PSD) está chamando a imprensa para uma sessão, amanhã (18), às 10 horas, para apresentação de resultados e devolução ao executivo dos recursos economizados.

Em maio a presidente já havia chamado a imprensa para expor os números do que conseguiu economizar nos primeiros quatro meses de administração:

Ela diz ter economizado R$ 286 mil, somente com a folha salarial e as diárias.  Soma-se a isso, a redução financeira em contratos licitatórios de materiais de consumo, expediente e serviços.

"A projeção é de uma economia de quase R$ 1 milhão aos cofres públicos neste ano".

A meta da presidente Aidamar Hoffer era a redução dos gastos com a folha, diárias e contratos em R$ 833.512,47 somente neste ano e durante os quatro anos a Câmara deverá economizar R$ 3.334.049,88.

Última atualização em Terça, 17 de Outubro de 2017 12:07
17 Outubro 2017
Convenção do PMDB em Bocaina será sábado

unnamed_13.jpg

Dia 21 deverá haver convenção do PMDB em Bocaina do Sul. Atualmente é o prefeito Luiz Schmuler que preside a sigla. Mas, agora deverá passar à presidência para o vereador João Assink.  Será no sábado e inicia às 10h30.

Última atualização em Terça, 17 de Outubro de 2017 11:48
17 Outubro 2017
"Mobilidade para todos que precisam" Participe desta campanha

Gabriel Alexandre Dal Pizzol está fazendo uma campanha para fazer com que se aprovei lei no Congresso exigindo que em todos os eventos de grande porte tenha estrutura para atender cadeirantes.

Leiam o que ele postou em sua página:

Sem_t__tulo.jpg

Participe desta campanha:

 

https://www.change.org/p/andrezapolia-gmail-com-mobilidade-para-todos-que-precisem

17 Outubro 2017
A sugestão de Cacau Menezes

unnamed_11.jpg

Creio que não é má ideia.

A sugestão deve ser levada à empresa que está administrando o aeroporto local.

 

 

 É uma ótima ideia, mas sabemos que com aeronaves pequenas, muitas escalas (que eram feitas nas mesmas cidades) e passagem muito cara essa ideia já se mostrou inviável com a antiga NHT, o fluxo as vezes era de 1 ou 2 passageiros aqui, tudo bem que foram outros tempos, depois da vinda da Azul que trouxe uma aeronave maior quando muito se falava em colocar aeronaves pequenas o mito de que não seria viável pode ter caido, claro que alguns fatores devem ser levados em consideração, o primeiro é realizar o estudo e avaliar o fluxo real de pessoas que poderiam se utilizar esta linha, lembrando que uma passagem de ônibus Lages/Chapecó custa em torno 100 "mangos" e a viagem dura 6 demoradas horas dependendo da empresa, outro é que alguns passageiros não se sentem muito confortáveis em aeronaves de pequeno porte (eu por exemplo srrsrs), detalhe hoje a linha Florianópolis - Chapecó é realizado por 2 companhias em horário quase simultâneo, a Azul com ERJ 195 e Avianca com aeronave A320, ao menos a Azul não poderia fazer um estudo e quem sabe fazer uma escala aqui com esta linha já existente ou uma linha alternativa com ATR's?

Francisco Oliveira

Francisco Oliveira É uma ótima ideia, mas sabemos que com aeronaves pequenas, muitas escalas (que eram feitas nas mesmas cidades) e passagem muito cara essa ideia já se mostrou inviável com a antiga NHT, o fluxo as vezes era de 1 ou 2 passageiros aqui, tudo bem que foram outros tempos, depois da vinda da Azul que trouxe uma aeronave maior quando muito se falava em colocar aeronaves pequenas o mito de que não seria viável pode ter caido, claro que alguns fatores devem ser levados em consideração, o primeiro é realizar o estudo e avaliar o fluxo real de pessoas que poderiam se utilizar esta linha, lembrando que uma passagem de ônibus Lages/Chapecó custa em torno 100 "mangos" e a viagem dura 6 demoradas horas dependendo da empresa, outro é que alguns passageiros não se sentem muito confortáveis em aeronaves de pequeno porte (eu por exemplo srrsrs), detalhe hoje a linha Florianópolis - Chapecó é realizado por 2 companhias em horário quase simultâneo, a Azul com ERJ 195 e Avianca com aeronave A320, ao menos a Azul não poderia fazer um estudo e quem sabe fazer uma escala aqui com esta linha já existente ou uma linha alternativa com ATR's?
Última atualização em Terça, 17 de Outubro de 2017 14:53
16 Outubro 2017
Comunidade cobra invertimentos da Casan na melhoria do abastecimento de água

Hoje à noite, o deputado estadual Gabriel Ribeiro (PSD) estará na Câmara de Vereadores de São José do Cerrito. O vereador Allier Melo (PP) está chamando a população para estar presente para reforçar o pedido para que interceda junto à direção estadual da Casan para resolver o problema da falta de água em algumas regiões do município.

Na região do bairro Vela Vista, o mais populoso do Cerrito, 60 famílias estão há duas semanas sem água. O vereador observa que a Casan está dobrando a capacidade de seu reservatório (o atual tem capacidade para apenas 50 mil litros), mas não há ainda previsão de quando estará pronto “e a comunidade não pode esperar. É preciso buscar alternativa”, disse o vereador.

16 Outubro 2017
Inscrição para atuar nos Jasc termina hoje

Termina hoje, 16 de Outubro, o prazo para as inscrições do processo seletivo público simplificado da Prefeitura de Lages para a contratação temporária de profissionais para atuarem nos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC).

Para o cargo de Vigia são 16 vagas. O requisito exigido, segundo o Edital, é o ensino fundamental anos iniciais (diploma de Ensino Fundamental – 4º Ano). O vencimento é de R$ 1.012,96, para uma carga horária de 40 horas.

Já o cargo de Auxiliar de Serviços Gerais oferece 37 vagas. O candidato ou candidata deve ser alfabetizado, ou seja, saber ler e escrever. O vencimento também é de R$ 1.012,96, para uma carga horária de 40 horas.

16 Outubro 2017
Ceron experimentou a adrenalina da pista do arrancadão

unnamed_10.jpg

Já pensou você, ir de caroneiro em um caminhão andando a 100km/h em pista de terra? Para quem não está acostumado a participar destas disputas deve dar um frio na barriga. Deve ter sido o que o prefeito Ceron sentiu neste final de semana quando esteve acompanhando as provas da 4ª etapa da Copa Santa Catarina de Arrancadão de Caminhões.

Participou junto com um piloto profissional, no chamado cockpit, de uma prova oficial. Foram não mais do que 10 segundos, mas o suficiente para levar como experiência.

Foto: Greik Pacheco

16 Outubro 2017
Instalação dos equipamentos para navegação no aeroporto Regional só estará concluída em janeiro

14725041776680.jpg

Segundo o prefeito de Correia Pinto, Celso Rogério Ribeiro (PP), agora está apenas faltando o paisagismo para que o aeroporto regional Comandante Ricardo Sell Wagner seja inaugurado. Segundo informação da ADR Lages, a Secretaria de Aviação Civil marcou para a última semana de outubro a vistoria do balizamento da pista, Esta etapa faz parte das exigências da Anac para a homologação do aeródromo.

Enquanto isso, seguem as negociações com a Infraero para que assuma a administração do mesmo e a consequente finalização do processo de homologação.

 

Segundo o diretor de transportes da Secretaria de Estado de Infraestrutura, José Carlos Muller, dentro de duas semanas no máximo, a Infraero anunciará ao Governo do Estado o valor anual de sua proposta para assumir a administração do aeroporto.

Sem estas definições não é possível estabelecer a data de inauguração. 

Nos informa ainda que estão sendo instalados os equipamentos para navegação, pouso e decolagens que “compreende visual diurno e noturno, por instrumentos que terá um custo de R$ 3,8 milhões”.

 

A instalação está prevista para ser concluída até o final de janeiro de 2018.

Portanto, aqueles que esperavam sua entrada em operação ainda este ano, parece que está descartada. Pelo menos até o ano que vem o aeroporto regional servirá apenas ao uso dos amantes da velocidade que nos finais de semana utilizam a pista para a realização de rachas.

Ainda bem que pelo menos foi colocado vigias nas edificações (terminal de passageiros). A medida foi tomada depois que a prefeitura de Correia Pinto foi obrigada a repor toda a fiação elétrica roubada.

Mas, mesmo assim, já mostra alguns danos na construção proveniente de infiltrações. Antes da inauguração terá de receber consertos destas infiltrações e de parte do telhado, assim como nova pintura interna.

Depois de 17 anos desde o início de sua construção e investimento de R$ 50 milhões, esta é a situação do aeroporto regional. O aeroporto de Jaguaruna, que iniciou depois deste, já está funcionando há algum tempo e teve duas ampliações.

unnamed_6_1.jpg

Mas, algo está travando o avanço no caso deste aeroporto. Recentemente o deputado estadual Gabriel Ribeiro (PSD) reunido com os prefeitos, solicitou que se movimentem para garantir passageiros para viabilizá-lo. No início do ano o secretário de Assuntos Estratégicos, Cesar Souza Júnior (que assumiu no lugar de Paulo César da Costa) esteve com a direção da Amures prometendo voltar na reunião do dia 12 de maio para citar as ações do governo visando a inauguração. Mas não apareceu para a reunião. Posso estar errada. E, tomara que esteja, mas não acredito em sua inauguração ainda na administração de Raimundo Colombo.

Início  |  « Anterior12345678910Próximo »  |   Fim