Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

 

251.jpg

 

unnamed_18.jpg

 

Arquivo

 
15 Agosto 2018
Filicio assume a vaga de Thiago na segunda-feira

Filicio.jpg

O suplente de vereador Filicio Martins (MDB)  assume na segunda a vaga de Thiago Oliveira que se licencia para cuidar de sua campanha a deputado estadual. 

Filício ameaçou até a deixar o MDB, disse que estava acertado com Gabriel Ribeiro, tudo para conseguir a vaga. Finalmente conseguiu!

Quem vai assessorá-lo será Dionatan dos Santos

Última atualização em Quarta, 15 de Agosto de 2018 12:43
15 Agosto 2018
Mais uma gafe que demostra a falta de conhecimento

IMG_20180814_WA0128.jpg

Em se tratando de calçada e ponto de ônibus, a prefeitura tem tido algumas ações que demostram a total falta de conexão com as normas e padrões. Tudo feito sem critério algum.

15 Agosto 2018
Agostini em apoio a candidatura de Gabriel

unnamed_6.jpg

Ao que parece o deputado Gabriel Ribeiro (PSD) ganhou o apoio do ex-presidente do Deinfra, Wanderley Agostini, que desistiu de concorrer a deputado estadual. Fica tudo em família e pode ai ter o dedo do ex-governador Raimundo Colombo.

15 Agosto 2018
Artigo de Juliano Chiodelli foi publicado hoje no DC

IMG_20180815_084925465__1_.jpg

O emprersário Lageano destacou em seu artigo, publicado hoje no DC, a respeito da participação de Lages no Sinapse da Inovação e o trabalho que tem sido desenvolvido nesta área no município.

Última atualização em Quarta, 15 de Agosto de 2018 13:39
14 Agosto 2018
Primeiro debate na TV acontece nesta sexta-feira

O SBT SC será a primeira emissora do Estado a realizar um debate com os candidatos ao governo.

Será na próxima sexta-feira (17), às 11h45, em seus estúdios, em Florianópolis. Cláudio Prisco Paraíso, comentarista de política do SBT Santa Catarina, vai mediar o debate, que será exibido para todo o Estado.

Ao todo, seis candidatos irão participar do debate realizado pelo SBT Santa Catarina:

Carlos Moises da Silva (PSL);

Décio Lima (PT);

Gelson Merísio (PSD);

Jessé Pereira (Patriota);

Leonel Camasão (PSOL) e

Mauro Mariani (MDB).

A escolha dos candidatos está em acordo com a legislação eleitoral e incluiu todos os candidatos de partidos com representação de ao menos cinco parlamentares na Câmara dos Deputados. O debate terá a duração de 1h45min e será dividido em quatro blocos, sendo compostos por perguntas entre os candidatos, além de perguntas formuladas pela produção do SBT Santa Catarina e por representantes da sociedade civil. As regras foram definidas e aprovadas previamente com as equipes de cada partido.

14 Agosto 2018
Deputado se sensibiliza com a situação dos produtores de maçã de São Joaquim

 

  “Se prosseguirem essas dificuldades, sem algumas correções necessárias e inadiáveis, levarão a sua principal atividade econômica ao irremediável colapso, em função da estrutura, hoje consolidada, da produção e comercialização das melhores maçãs produzidas em nosso País”, alertou o deputado estadual Rodrigo Minotto, com relação aos produtores de maçã, apos ele visitar alguns pomares em São Joaquim.

              Segundo ele, há cerca de 2.250 pequenos e médios produtores de maça, e o setor assegura pleno emprego aos trabalhadores locais e ainda utiliza mão de obra sazonal de várias partes do País, principalmente, do Nordeste.

              “Ao longo do tempo, formou-se um inflexível sistema de produção e comercialização da maçã extremamente perverso, em que poucas grandes e médias empresas escravizam, essa é a palavra, mais de dois milhares de pequenos produtores de maçã. A situação configura-se, após a última safra, tão dramática que há produtores sem condições de dar continuidade às suas atividades e outros não poderão, sequer, manter seus pomares aptos à obtenção de frutos de qualidade comercial”, afirmou.

14 Agosto 2018
Prefeito diz que são três, mas são seis as secretarias no Cerrito

O prefeito de São José do Cerrito, Arno Marian (PSD) foi à Rádio Clube e insistiu em informar que em sua administração há apenas três secretários. Contudo, o portal transparência desmente-o.

Na realidade são seis secretários e mais o procurador do Município. Um prefeito não pode negar a verdade ou escondê-la, porque a transparência é um requisito da administração pública hoje.

Aqui está a relação das pastas, o nome dos titulares e os vencimentos de cada um:

IMG_20180814_WA0088.jpg

14 Agosto 2018
Prefeitos querem calar repórter e, consequentemente, controlar o trabalho jornalístico

Ofício assinado por nove dos 18 prefeitos da região Serrana foi enviado ao Sistema Catarinemnse de Comunicação queixando-se do Repórter Daniel Goulart e pedindo à direção da Rádio Clube de Lages o seu dersligamento da empresa.

Causa espécie que um prefeito tome tal atitude.

Obviamente que só agem desta forma porque querem calar a imprensa.  Nenhum jornalista pode ficar calado diante de uma situação desta. Tanto que deixo aqui meu protesto e solicito que tais prefeitos revejam esta posição e peçam desculpas.

A atitude tomada é de tentativa de intimidação. A moção de indignação dos prefeitos surgiu depois que um deles - Arno Marian, de São José do Cerrito - se queixou a respeito de uma matéria levada ao ar pelo repórter. 

 

A emissora divulgou hoje um editorial a respeito:

 

RÁDIO CLUBE DE LAGES
A preocupação com a verdade é uma constante no Sistema Catarinense de Comunicações - SCC. Com quase 71 anos de tradição, a Rádio Clube de Lages tem orgulho da história que construiu. 

Nosso papel é, e sempre será, a busca pela verdade acima de qualquer coisa. É dever de nossos profissionais a prática de um trabalho pautado em princípios éticos e morais. É ainda nossa obrigação cobrar e fiscalizar do poder público, em qualquer uma de suas esferas, transparência, seriedade, responsabilidade e honestidade. 

Dentre nossos princípios estão:
1. O cumprimento das leis e da constituição brasileira;
2. Respeito e consideração pela moral e bons costumes do país;
3. Informar sem difamar, interferir ou manipular;

Em momento algum levamos ao ar aquilo que não foi devidamente investigado, apurado e confirmado por nossos profissionais. Temos uma equipe competente, preparada e preocupada com o conteúdo abordado em nossa programação, levando isso de forma isenta e imparcial. Preservamos a identidade de nossas fontes, que é um direito garantido por lei. 

A Lei de Imprensa, nos seu artigo 7º dispõe que é assegurado e respeitado o sigilo quanto às fontes ou origem de informações recebidas ou recolhidas por jornalistas, rádio repórteres ou comentaristas, os quais não poderão ser compelidos ou coagidos a indicar o nome de seu informante ou a fonte de suas informações, não podendo seu silêncio, a respeito, sofrer qualquer sanção, direta ou indireta, nem qualquer espécie de penalidade.

Essa proteção jornalística também é garantida pela Constituição Federal de 1988 ao estabelecer que é assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional (artigo 5º, inciso XIV).

Nada vai calar nossos microfones! Moção nenhuma e protesto algum farão com que interrompamos as nossas atividades em busca da verdade pelo interesse público e pelo bem comum. Ao contrário, isso nos faz acreditar que estamos no caminho certo e nos motiva diariamente a exercer nosso trabalho. A Rádio Clube de Lages vai sim continuar investigando, apurando denúncias e trazendo à tona as tantas irregularidades e injustiças corriqueiras na rotina de um município. É isso que reflete na credibilidade adquirida ao longo dos nossos mais de 70 anos de história. 

Em momento algum fechamos nossos microfones, nunca barramos a presença de autoridades, pesquisadores, especialistas, presidentes de Associação de Moradores e/ou da comunidade nas ondas da Rádio Clube de Lages. Insistimos que aquilo que é para o bem comum, é e sempre será nossa prioridade. Não fazemos reportagens e investigações no intuito de prejudicar alguém, muito menos buscamos publicidade e/ou audiência com o trabalho dos nossos profissionais. 

Respeitamos sempre os princípios básicos do jornalismo - ouvir os dois lados da mesma história - levar isso com a maior imparcialidade possível e permitir que o cidadão, o ouvinte, tire suas próprias conclusões. Sabemos que com isso estamos contribuindo para a construção de uma sociedade mais justa, ética e igualitária. 

Praticamos a ambidestria. Com uma mão ajudamos, servimos a nossa comunidade. Com a outra mão e com a mesma destreza fiscalizamos com rigor para que os agentes públicos apliquem os recursos com honestidade, legalidade e transparência. 

Aos que tentam calar ou intimidar a imprensa por cartas, ligações, coletivas, ou reuniões, que não façam nada de errado, pois estaremos ainda mais vigilantes em prol da comunidade Serrana. A Rádio Clube seguirá sempre de porta e microfone abertos dando voz pra quem muitas vezes não tem voz. 

Sistema Catarinense de Comunicações – SCC 
Rádio Clube de Lages
 
 

 

 
Última atualização em Terça, 14 de Agosto de 2018 20:18
14 Agosto 2018
O serrano não precisa mais votar em serrano?

IMG_20180814_WA0059.jpg

Enquanto outras cidades estão adotando a campanha, nos aqui da Serra abandonamos....

O Fórum das Entidades deveria dar continuidade à campanha

14 Agosto 2018
CDL quer tomar para si a exploração do estacionamento nas vias públicas (Área Azul)

unnamed_5.jpg

O presidente da CDL, Marcos Gentil Tortelli Filho, esteve reunido com o prefeito Ceron para apresentar propostas de gestão e operação do estacionamento rotativo (Área Azul).

O consultor da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, Makário Luiz Orozimbo, explica que essa possibilidade está dentro dos parâmetros legais, pois pode ser viabilizada por meio da Lei nº 13.019/2014, que dispõe sobre parcerias entre a administração pública e as organizações da sociedade civil (Redação dada pela Lei n° 13.204/2015).

“No Estado de Santa Catarina, cidades como Gaspar, Brusque e Blumenau estão em fase de implantação desse modelo de negócio – gestão, operação e fiscalização. Compreendemos que essa é uma oportunidade de estabelecer novas relações entre o poder público, lojistas e consumidores. Visto a necessidade do Município, pretendemos apresentar uma solução legal, ágil e moderna”, comenta Makário.

O prefeito Antonio Ceron gostou da ideia da CDL, e nas próximas semanas, um novo encontro deverá ser realizado para tratar do assunto.

Parece estranho que com a Samt não foi possível viabilizar que continuasse a explorar a Àrea Azul, cuja renda revertia para uma ação social. Agora é possível permitir que a CDL faça isso?

Foto: Greik Pacheco

Início  |  « Anterior12345678910Próximo »  |   Fim