Olivete Salmória
salmoriaolivete@gmail.com


Parceiros

 

lages.png

 

lages_parque_jonas_ramos_peq.jpg

 

Arquivo

 
23 Junho 2017
O governador está agilizando os projetos....

 

 

Governador Raimundo Colombo enviou à Assembleia mais dois projetos para financiamentos. Um de R$ 1,152 bilhão e outro de US$ 276 milhões. Alguém vai ter de pagar esta conta e parece que não são destinados a resolver os problemas mais urgentes de SC.

O governador tem pressa em contrair os empréstimos, mas são para obras da Celesc, com a contrapartida do estado.  

22 Junho 2017
Caminhão destroi ponte que tinha recém sido reconstruída

EstradasDanaos.jpg

Ontem à tarde (21), na localidade Rancho de Tábuas, interior de Lages, um caminhão bitrem (com duas carretas) carregado de toras de madeira de reflorestamento acabou destruindo a ponte de madeira localizada no trecho popularmente conhecido como “Morro do Val”, devido ao sobrepeso da carga do veículo.

O caminhão e parte da carga caíram dentro do rio e a ponte ficou totalmente danificada, deixando os moradores isolados.

Estradas.jpg

A estrutura havia sido recentemente reconstituída depois das inundações, no início de junho. Naquela ocasião, cerca de 20 famílias ficaram ilhadas em Rancho de Tábuas por causa das chuvas. Desta vez, a ponte terá de ser novamente construída, causando prejuízo tanto ao Município, quanto aos moradores.

Desta vez o secretário Unicini terá de fazer uma ponte mais reforçada.

 

22 Junho 2017
Já está virando paranoia......

Leia só o relato do Erlei:

 

Na terça-feira à tarde, por volta de 15h até às 15h27, estive na Câmara de Vereadores acompanhado de meu namorado para pedir ao assessor da vereadora Aidamar S. Hoffer para imprimir alguns currículos para mim. Pois, estou desempregado e não tendo grana disponível para estar fazendo este procedimento em uma lan house.

Após pedir pro assessor da vereadora imprimir pra mim, o mesmo me permitiu se sentar em sua cadeira para abrir meu e-mail. Depois que me sentei na cadeira demorou uns 5 a 10 min.. Passado estes minutinhos meu namorado pediu meu celular pra ver a hora, pois o aparelho dele estava sem bateria.

Neste momento o assessor da vereadora, já saiu com a história que meu namorado estava tirando fotografia de mim sentado em sua cadeira e proferiu as seguintes frases " você não vai sair daqui sem apagar a foto que você tirou e caso a gente não se entenda aqui dentro a gente vai se entender lá fora”.

Meu namorado deixou o mesmo ver meu aparelho celular e mostrou que o dele estava sem bateria e depois disto o assessor da vereadora pediu pra mim me retirar do computador .

Após isto o assessor da vereadora sai atrás do meu namorado, enquanto eu estava no gabinete da vereadora juntamente com outro cidadão que eu nem sei o nome.

Resolvi ir atrás pra ver o que estava acontecendo e me deparei com a recepção da casa cheia de funcionários...Enquanto o nobre assessor da vereadora, falava que meu namorado e eu estávamos a mando alguém lá.

Ai eu passei a catraca pra me retirar dali pra ir na delegacia, porém meu namorado queria permanecer alí e chamar a polícia militar...Após uns minutos ou seja às15h27 ele decidiu sair comigo dali, porém neste momento vem o cidadão que estava no gabinete da vereadora com assessor dela me dizendo " Que estávamos a mando de alguém , que queríamos prejudicar um trabalhador, que eles iriam descobrir quem nos mandou e que em Lages não tem como se esconder"

Passado todo episódio, me dirigi a 8 delegacia pra meu namorado registrar um Boletim de Ocorrência. Quando estávamos saindo da delegacia avistei o nobre assessor vindo também registrar o Boletim de Ocorrência. Ao invés do mesmo se dirigir a delegacia de forma pacífica, simplesmente gritou de dentro de seu veículo: " Eu vou registrar o Boletim contra vocês dois" e não satisfeito com isto o mesmo fez questão de vir atrás pra repetir o que já vinha pronunciado de dentro de seu veículo e pronunciar meu nome.

 

Erlei Santos

22 Junho 2017
Até para os mortos a fila anda

Pois..... É preciso abrir espaço para outros que chegam!

A Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente, através do Departamento de Administração de Cemitérios Municipais, publica no jornal Correio Lageano, no caderno de classificados, em três edições seguidas, 21, 22 e 23 de junho, a  lista de exumações que serão realizadas a partir do dia 6 de julho de 2017.

Essas exumações são regularmente realizadas em cemitérios municipais, e envolvem geralmente, sepultamentos em sistema de gavetas coletivas. “O prazo para que um corpo permaneça em gavetas coletivas é de cinco anos e isso é necessário para atendimento da demanda de sepultamentos”, explica.

Passado este prazo os restos mortais que lá estão são retirados e colocados em ossuário comum, desocupando a gaveta.

 

 

22 Junho 2017
Polícia faz buscas no Santa Mônica para encontrar foragidos

Saiba mais clicando na foto

 

0133479_crop.jpg

Última atualização em Quinta, 22 de Junho de 2017 18:54
22 Junho 2017
Auditores do CGU estão hoje em Lages para ouvir a comunidade sobre aplicação dos recursos públicos

 

Por conta da ação chamada Ouvidoria Ativa, o Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria Geral da União, estarão em Lages, hoje (22) dois auditores do CGU para receber as manifestações dos cidadãos, sejam elas críticas, sugestões, reclamações ou denúncias relativas à aplicação do dinheiro público federal aqui.

Este evento é realizado em parceria com o Observatório Social local, que abriu espaço em suas instalações, na Rua Quintino Bocaiúva, para que a ação seja levada a efeito.

Segundo o presidente do Observatório, Fabiano Ventura, o CGU faz este controle dos gastos do dinheiro público por amostragem, visto que é impossível estar em todo Brasil ao mesmo tempo. Desta vez foi Lages a escolhida para receber a auditoria, propriamente dita, que deve acontecer em julho ou agosto.

“Antes disso costumam enviar seus auditores para levantar informações junto à comunidade e ouvir as pessoas que dela fazem parte”, explica. 

Obviamente que todas as denúncias, críticas e sugestões serão depois analisadas com base na documentação e dados que posteriormente vão levantar.

Nos cinco anos de funcionamento do Observatório, Fabiano diz que esta é a primeira vez que Lages recebe estes auditores.

“Antes disso só tivemos aqui os auditores do Tribunal de Contas da União em função da Operação Águas Limpas”.

Mas, Fabiano observa que o relacionamento que o Observatório tem com o CGU é muito bom, pois “são extremamente acessíveis e facilitam a obtenção das informações através de seu portal transparência que é bastante completo. Com ele conseguimos acompanhar cada repasse que é feito para o município”, diz Fabiano.

Hoje, seguramente, temos só em Lages em torno de R$ 150 milhões de investimentos da União, sem contar os demais repasses da bolsa família Fundeb, etc... e muitas obras em andamento e outras nem tanto, como da Avenida Ponte Grande, das creches em construção (algumas das quais com obras paradas) e unidades de saúde, como da UPA.

Será, portanto, a oportunidade de abrir este pacote e sabemos onde está o emperramento: se é o município que não toca ou é a União que não está fazendo os repasses. A expectativa dos auditores é de que um volume razoável de pessoas vão procurar o Observatório nesta tarde de quinta-feira, a contar com a experiência obtida em outras cidade onde já aconteceu a Ouvidoria Ativa.

 

22 Junho 2017
Balanço de um ano do Parque Órion: na busca da formação de uma cultura de inovação

Orium2.jpg

O presidente do Instituto Órion, Roberto Amaral e o diretor executivo, Claiton C. de Souza receberam a imprensa, nesta quinta-feira, para uma avaliação do instituto em seu primeiro ano de existência a completar no próximo dia 24.

 

Orium.jpg

Amaral repassou toda a trajetória percorrida para a implantação do Parque tecnológico que leva o nome do ex-governador Luiz Henrique da Silveira. É bom lembrar que foi a partir do projeto do Parque Órion, de Lages, que o estado investiu nas 13 unidades previstas para o estado. O de Lages é o único pronto e funcionando.

A proposta era criar um polo de inovação e incentivar o surgimento de novas empresas tecnológicas.

Amaral lembrou que a primeira grande expansão econômica de Lages se deu com as atividades agropastorial. Quando ingressou na era da indústria o município  não estava preparado pois não tinha a cultura industrial. Chegou a tomar algumas iniciativas como da implantação da Lactoplasa e da Frigoplan, mas não foram bem sucedidas.

Na era da informática também não tinha expertise nesta área e passou ao largo.

Agora, na era da inovação, se criou este ecossistema através da proposta do Parque Órion que está preparando o município para entrar nesta era.

 

Empresas.jpg

Claiton observou que hoje o Parque Órion já está conseguindo se transformar num centro de incentivo inovador na medida em que está avançando também em sua estrutura. Há apenas três meses conseguiu instalar o elevador e também foi aberta a cafeteria.

Claiton lembra que no início o foco estava na atuação como encubadora, que era a única porta de entrada ao parque. Destas conta hoje com três: a Biosul, Melhore e Ciacon.  

Mas, hoje ampliou sua proposta oferecendo outras alternativas:

como no caso das empresas âncoras que são aquelas que adquiriarm terreno para construção de unidades dentro do parque. Nelas estão incluídas a Flex, a NDDigital e o Senac. Nenhum se instalou ainda porque dependem da liberação do terreno por parte da prefeitura.

Os projetos Inovadores: que consistem nas empresas que já atuam no mercado mas que querem desenvolver novos projetos. Conta hoje com duas delas: a SolfTecSul e a Planton.

As empresas virtuais: que não estão fisicamente ocupando espaço no parque, mas que com a ajuda do instituto estão desenvolvendo projetos. Só aí existem 12 empresas engajadas.

Ainda o PD&I: que são empresas que procuram o parque e a sua estrutura apenas para desenvolver pesquisas.

 e, como o Órion dispõe de 34 salas, está hoje atuando no sistema Coworking, que consiste na locação de espaço temporariamente para as empresas.

IMG_20170622_094417572_BURST000_COVER_TOP__1_.jpg

Sem contar os mais de 100 eventos realizados no parque durante este ano.

 

A maior aposta do Instituto Órion hoje está no Gênesis que é o escritório de projetos que ajuda a desenvolver projetos e na captação dos recursos.

Este escritório de projetos está sendo coordenado por Suelen Carl, com vasta experiência, formação em Oxford e em Estocolmo, que está em Lages desde fevereiro, mas que concluírá sua estada por aqui em agosto. Setembro embarca para Nova Delhi, Índia onde passará a dar aulas.

 

22 Junho 2017
Escolas estão fazendo rifa para repor o caixa escolar

 

Segundo informações que recebi, depois de quebrado o convênio com as CPP, as contas dos conselhos foram bloqueadas a prefeitura não repassou mais nenhum recurso às escolas para a sua manutenção. Sem, dinheiro para as pequenas manutenções emergenciais, as escolas estão  agora fazendo promoções como rifas e bingos para o caixa escolar.

Já apareceram mães reclamando de que algumas escolas estão exigindo que os estudantes levem blocos de rifa para casa exigindo sua venda. Se não vender terão de pagar o valor do bloco.

Vai ser necessário que a secretária da Educação verifique isso!

Última atualização em Quinta, 22 de Junho de 2017 14:22
22 Junho 2017
Informações que ficaram ainda por esclarecer

 

Outro dia publiquei aqui a posição do prefeito Antônio Ceron a respeito da venda do prédio da Samt.

Ele nos deu duas informações:

1ª - “este dinheiro público está sendo revertido agora em negócio particular."

2ª -  deixou claro que iria recorrer a instâncias superiores. 

Isso ficou reverberando.

Fui atrás das informações!

Aguardem.....

 

 

22 Junho 2017
Coruja foi contra o financiamento dos recursos para o Fundam 2

unnamed_67.jpg

Coluna de Moacir Pereira de hoje, 22/06/2017

Tem gente que pensa que o dinheiro do Fundam cai do céu. Ele é fruto de financiamento, portanto o estado vai ter de pagar.

Foi por esta razão que o deputado Fernando Coruja votou contra o pedido de financiamento sob o argumento de que este dinheiro que vai para os municípios tem objetivo eleitoreiro e a conta fica para o próximo governador pagar.

Última atualização em Quinta, 22 de Junho de 2017 15:13
Início  |  « Anterior12345678910Próximo »  |   Fim