Dupla é condenada por aplicar golpe do bilhete premiado em idoso de Curitibanos

O juiz Paulo Henrique Aleixo, titular da Vara Criminal da comarca de Curitibanos, na Serra catarinense, condenou um homem e uma mulher por estelionato. A dupla foi denunciada por aplicar o golpe do bilhete premiado numa pessoa idosa. Eles obtiveram da vítima R$ 15mil em troca de um suposto prêmio de R$ 200 mil. As penas somadas passam dos cinco anos de detenção, em regime semiaberto.

A mulher se aproximou da vítima, na época com 74 anos de idade, a disse que possuía um bilhete premiado. Em seguida, o homem se aproximou para confirmar a veracidade da informação. Então, eles solicitaram o dinheiro em troca do bilhete. Disseram que por morar no interior de uma cidade vizinha não tinham interesse no valor do prêmio.

Atraída pela falsa ideia de dinheiro fácil, a vítima foi até uma agência bancária da cidade, sacou o montante e entregou à golpista. A dupla disse que iria ao banco trocar o bilhete premiado e não retornou mais. Nos autos, o homem diz que a companheira de golpe é sua madrinha. Os dois respondem a processo criminal na comarca de Ituporanga, no Alto Vale do Itajaí, por crime idêntico ao praticado em Curitibanos.

Polese blefou quando disse que era candidato a deputado federal

Como sempre, o vice-prefeito Juliano Polese estava blefando quando se disse pre candidato a deputado federal, pelo Progressistas. O nome dele não consta na ata da convenção do partido. Tanto que esta por aí nas inaugurações promovidas pela prefeitura. Se fosse candidato estaria impedido de participar de inaugurações.

O candidato que consta na relação pela região é de Silvia Oliveira, que é suplente de vereadora e atuou na pasta dos Serviços Público e Meio Ambiente

Os candidatos da Serra a deputado federal são 5

Lembramos que somente depois do dia 15 é que teremos o quadro de candidaturas completo e definitivo, pois esse é o prazo para que os partidos e coligações façam o pedido de registro de candidatura, no Tribunal Regional Eleitoral. Depois é preciso aguardar o deferimento.

Por enquanto, temos cinco candidatos a deputado federal pela Serra:

Agnelo Miranda (PSD)

Almir Bitencourt (Republicanos)

Carmen Zanotto (Cidadania)

Gabriel Ribeiro (PTB)

Juliano Polese (Progressistas)

Dos 16 deputados federais que SC tem hoje, 12 vão a reeleição e um deles é a lageana Carmen Zanotto.

A Serra terá  um candidato a  menos do que na eleição passada, quando elegemos apenas Carmen Zanotto.

Veja qual foi a votação dos candidatos a deputado estadual em 2018:

Carmen Zanotto (concorreu pelo PPS) e fez 84.703 voo (destes 35.787 em Lages)

Airton Amaral (PSL) e fez 16.631 votos

Fabian Nerbass (Novo) fez 5.699 votos

Neuzete Mazieiro (DEM) fez 4.197 votos

Coronel Mendes (Patriota) 1.623 votos

Dan Ferreira (PT) e fez 1.182 votos

Além disso outros dois foram indicatos mas os registros foram negados pelo TRE:

  • Sérgio Godinho (Patriota)
  • Fernando Cordioli Garcia (Patriota)

Em 2018, dos 16 deputados federais apenas cinco conseguiram retornar. Carmen ficou em 9º lugar no raking dos mais votados em SC.

No total de 228.359 eleitores na época, 114.035 votaram nos candidatos da região. Portanto a metade (114.314 eleitores), não compareceu, anulou, votou em branco ou votou em candidatos de fora.

Serra terá 12 candidatos a deputado estadual, aliás, treze

Por incrível que pareça a região conta com, nada menos, do que 13 candidatos a deputado estadual. Dois a mais do total dos que disputaram a eleição passada (11).

São eles:

Claudia Bratti (PT)

Claudio Bianchini (Solidariedade)

Daniela Carneiro (PSB)

Gerson dos Santos (PSD)

Jonata Mendes  (PTB)

Juarez Mattos (MDB)

Katsumi Yamaguchi (Progressistas)

Lucas Neves (Podemos)

Marcius Machado (PL)

Ozair Coelho –Polaco (PSD)

Samuel Ramos (União Brasil)

Toni Duarte (PDT)

Paulo Roberto Oberziner (Avante)

 

Dos 40 deputados que estão hoje na Assembleia Legislativa, 28 devem ir à reeleição, entre eles o lageano Marcius Machado, único eleito pela Serra em 2018.

O Novo vai com chapa pura nestas eleições

O Diretório Estadual do Novo Santa Catarina confirmou o nome do médico Luiz Barboza Neto na disputa pela vaga ao Senado nas eleições de 2022. O pré-candidato foi aprovado no processo seletivo do partido, que foi o primeiro a realizar convenção no dia 20 de julho, de forma online.

O Novo disputa as eleições deste ano com uma chapa pura na majoritária, sem coligações, com o promotor de Justiça Odair Tramontin como pré-candidato a governador e o empresário Ricardo Althoff como vice-governador.

Parece que o clima não é bom no HNSP

Dia 4 saiu a diretora Andreia Berto, veio o Eder que era do infantil. A ona é uma máscara, os funcionários bons pediram para sair, outros ainda estão por não ter outro emprego e precisam trabalhar. O clima interno é horrível, gerentes arrogantes trazidas pelas ex diretora, porque ja eram amigas de outras lidas, permanecerão com toda hostilidade e perversidade no tratar e cuidar das pessoas, estas se tramam nas redes de apoio de alguns poucos puxa sacos infelizes. Lastimavel o que o hospital se tornou . Muitos funcionários estressados e calados por causa da necessidade de ter trabalho

Desabafo de um funcionário do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres

Colombo se reúne com os dois suplentes nesta segunda

O ex-governador e candidato ao Senado pelo PSD Raimundo Colombo se reúne com os dois suplentes nesta segunda-feira à tarde, em Florianópolis.

O primeiro é o empresário Ivandro de Souza, de 52 anos, do União Brasil, com atuação na área da construção civil em Joinville. Natural de Brusque, Ivandro começou a vida profissional como office boy e, aos 19 anos, mudou-se para Joinville. Fez parte da Acij Jovem, ajudou a criar o Feirão do Imposto e comandou a Secretaria Municipal da Habitação na década de 1990. Em 2020, disputou a eleição para a prefeitura da maior cidade de Santa Catarina.
A segunda suplente de Colombo é a advogada Fabiana Pereira, do Patriota. Aos 45 anos, Fabiana tem escritórios de advocacia em São José e Blumenau.