Marcius apresentou as emendas impositivas num total de R$ 7 milhões para a Serra

Os 18 municípios da região vão receber R$ 7 milhões em emendas impositivas do deputado estadual Marcius Machado.

Para Lages são R$ 2.129.565 milhões a serem utilizados em:

– clínica de Hidroterapia e Fisioterapia (R$ 600 mil),

– apoio para custeio do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres (R$ 100 mil),

– apoio para a captação de energia fotovoltaica no Hospital Infantil Seara do Bem (R$ 100 mil)

– reforma das creches dos Bairros Vila Maria e São Carlos (R$ 186 mil),

– aquisição de instrumentos musicais para a fanfarra da escola Maria Quitéria no bairro Conta Dinheiro (R$ 45 mil),

– aquisição de um sistema de energia solar para a APAE (R$ 39.165 mil),

– construção e implantação do espaço para prática esportiva de bocha (R$ 538 mil),

– construção de quadra de grama sintética (R$ 130 mil),

– sistema de energia solar para a Entidade Beneficente de Assistência Social Irmandade Nossa Senhora das Graças (R$ 100 mil)

–  aquisição de equipamentos para fanfarras (R$ 45 mil).

Em Otacílio Costa serão destinados R$ 881.354 mil em emendas.

– construção da clínica de Hidroterapia e Fisioterapia o valor enviado será de R$ 640.554 mil,

– sistema de captação de energia fotovoltaica no hospital Santa Clara (R$ 100 mil), c

– cobertura da quadra poliesportiva da Escola Pedro Álvares Cabral (R$ 110 mil)

– construção de um parque infantil na creche Marlene Luiz Antunes (R$ 30.800 mil). 

Em Correia Pinto:

– construção da clínica de Hidroterapia e Fisioterapia, no valor de R$ 625 mil.

– cobertura da passarela de acesso ao ginásio de esportes da escola Nossa Senhora dos Prazeres (R$ 49.685 mil)

– construção de parque infantil na escola municipal Nancy Terezinha R Ortiz (R$ 30.800). 

Em Palmeira:

– construção de uma clínica de Hidroterapia e Fisioterapia (R$ 562 mil),

– R$ 60 mil para a aquisição e instalação de câmeras de segurança e a construção de parque infantil na creche Antonieta Farias de Souza (R$ 30.800).

Em Ponte Alta:

– O hospital de Ponte Alta receberá R$ 80 mil para a implantação de um sistema de captação de energia fotovoltaica,

– R$ 180 mil para a construção e implantação de quadra de grama sintética

– R$ 30.800 mil para a construção de um parque infantil na creche Chapeuzinho Vermelho. 

Em Bocaina do Sul:

– implantação da quadra de grama sintética (R$ 50 mil), r

– construção da cobertura da quadra da escola Campos Salles (R$ 180 mil)

– construção do parque infantil na creche Claudinei Ribeiro (R$ 30.800).

Em Bom Jardim da Serra:

– a escola São Gerônimo receberá R$ 170 mil para a reforma da quadra e construção de um banheiro.

– Também serão destinados duas emendas de R$ 30.800 para a construção de um parque infantil na escola Altos da Boa Vista e outro na praça da cidade.

Em Bom Retiro:

– quadra de grama sintética (R$ 180 mil)

– parque infantil (R$ 30.800 mil) na creche Alosir Moretti.

Em São Joaquim:

–  ampliação do Ceim Filomena Martorano Vieira Rodrigues (R$ 100 mil)

– construção de parque infantil na creche Nelo Souza (R$ 30.800).

Em Painel:

– serão construídos dois parques infantis, no valor de R$ 30.800 cada, um na creche José Henrique Waltrick da Silva e outro na praça da cidade. 

Em Capão Alto:

– R$ 10 mil serão destinados para a compra de tatames para a prática de artes marciais na escola Emiliano Ramos em Capão Alto

– construção de parque infantil na escola municipal Valmor Antunes (R$ 30.800).

 

Anita Garibaldi, Campo Belo, Cerro Negro, Rio Rufino, São José do Cerrito, Urubici, Urupema receberão emendas de R$ 30.800,00 para a construção de parques infantis em creches municipais. 

22 parques infantis em toda a região

Fazem parte da captação de recursos do deputado R$ 667.600 mil que serão destinados à construção de 22 parques em escolas região. Todos os municípios integrantes do Consórcio Intermunicipal Serra Catarinense (Cisama) receberão R$ 30.800 mil para a construção de parque infantil em uma creche. Em Lages, serão destinados recursos para 5 parques, nos Ceims Sepé Tiaraju, Chapeuzinho Vermelho, Bairro Dom Daniel, Girassol, Vivaldino Silva Lourenço. Também serão destinados R$ 174.224,75 para a construção de 5 parques em praças, 3 deles serão em Lages (um no bairro Coral, outro no Triângulo e um no parque Jonas Ramos), um em Painel e outro em Bom Jardim da Serra.

Visita de Bolsonaro a SC na manhã deste sábado

Na manhã deste sábado (04), o coordenador do Fórum Parlamentar Catarinense, deputado federal Daniel Freitas irá recepcionar a comitiva do Presidente Jair Bolsonaro, que deve chegar ao Aeroporto Hercílio Luz, às 8:30h.

O presidente deve sobrevoar áreas afetadas pelas chuvas e se reunir com autoridades locais, utilizando como base o próprio aeroporto. O Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, também acompanhará a agenda.


Durante todo o dia de hoje, o Deputado esteve em roteiro com o Secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, Coronel Alexandre Lucas Alves.

Em reunião na sede da Defesa Civil com a Vice-governadora do Estado, Daniela Reinehr; com o Secretário estadual da Defesa Civil, Coronel João Batista Cordeiro Júnior; e com prefeitos de municípios atingidos pelo ciclone, puderam acompanhar dados dos estragos levantados pelo órgão e sobrevoaram a região, visitando alguns locais no município de Governador Celso Ramos, uma das cidades mais destruídas pelos fortes ventos.

Lucas se licencia no final de agosto para João Cardoso assumir a Câmara

Na tarde desta sexta-feira (3) o vereador Lucas Neves, Luiz Marin e o presidente local do partido (PSL) , Alberi Chiodelli estiveram visitando o suplente de vereador João Cardoso. Lucas informou que estará se licenciando no dia 31 de agosto para se dedicar ao processo eleitoral.

Por conta disso, João Cardoso assumirá no dia 1º de setembro a vaga de vereador do PSL.

“João Cardoso se mostrou muito otimista com a oportunidade, além de se propor a auxiliar de sobremaneira na construção de um projeto. Tenho certeza que a Câmara ganhará muito com a chegada de João Cardoso”, disse Lucas.

Por cinco votos a quatro, vereadores rejeitam projeto para redução dos vencimentos em Otacílio Costa

Na última segunda-feira, a Câmara de Otacílio Costa votou o projeto que previa a redução dos vencimentos dos vereadores, prefeito, vice-prefeito, secretários, presidente Câmara.

Os vereadores de oposição (Edson Pasold, Denilson Padilha, Jean Valente e Leonir Ribeiro, apresentaram um projeto de lei complementar para reduzir os salários para a próxima gestão. De acordo com a votação foi reprovado pelos vereadores:

Essa redução nos salários resultaria numa economia aproximadamente segundo Edson Pasold e demais vereadores de R$ 2.5 milhões durante os 4 anos.

A redução prevista era de 30% sobre os atuais vencimentos:

Hoje o prefeito recebe R$ 21 mil, o vice prefeito recebe R$ 10.500,00, os secretários R$ 6.200,00 e os vereadores de Otacílio Costa tem um vencimento de R$ 7.200,00. Valores bastante altos se levado em conta o número de habitantes: 18.774.

Informações do Jornal Atualidades

Presidente do Guarujá lamenta que continuam jogando lixo às margens da avenida da Torres

Luiz Borges, presidente da Associação de Moradores do Bairro Guarujá lembra que recentemente foi feito mutirão de limpeza para deixar a avenida das Torres mais bonita “pois, afinal é o principal portal se entrada do GUARUJÁ”, disse ele.

“Mas não iremos desistir. Estaremos sempre lutando por um bairro mais limpo e melhor de viver”.

Amures pede ajuda de Brasília e pede que Defesa Civil Nacional faça uma visita à Capão Alto para ver os estragos

O presidente da Amures, o prefeito de Correia Pinto, Celso Rogério Ribeiro enviou um ofício ao secretário da Defesa Civil nacional, Alexandre Lucas Alves, solicitando ajuda aos 18 municípios da Serra para minimizar os impactos causados pelo desastre natural (CICLONE BOMBA), ocorrido dia 01 de julho de 2020. Observa que houve “destruição maciça em alguns municípios, como Capão Alto que teve mais de 70% das residências urbanas destelhadas total ou parcialmente e impactos avassaladores em edificações públicas (Escolas, Unidades Básicas de Saúde e CRAS)”.

Os prefeitos consideram fundamental que a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil – SEDEC faça uma visita técnica à região, “tendo em vista a compreensão da necessidade de resposta imediata aos danos causados pelo desastre e a reconstrução de moradias a centenas de famílias atingidas que encontram desalojadas.”

O prefeito Tito Pereira Freitas decretou Situação de Emergência e entende que a capacidade municipal está comprovadamente afetada visto que, o fenômeno causou danos materiais, ambientais e em especial, aos serviços essenciais.

O município depende nesse momento de auxílio nacional e assistência humanitária, com atendimento emergencial de cestas de alimentos e kits de abrigamentos entre outros, uma vez que as baixas temperaturas da Serra Catarinense nesta época do ano, contribuem para o agravo da situação calamitosa, no entendimento do presidente Celso Rogério.