Importante audiência pública acontece hoje

 

Hoje a noite, na Câmara de Vereadores haverá uma audiência pública para discutir mudanças na Lei de Desenvolvimento Econômico, de incentivo as micros e pequenas empresas.

Ela acontece por solicitação dos vereadores David Moro e Marcius Machado atendendo um pedido dos micro e pequenos empresários, especialmente quando a doação de terrenos.

A maioria dos pequenos empresários que receberam terrenos teve que devolver porque acabaram imobilizando o capital de giro e o imóvel não serve como garantia para ir ao banco tomar empréstimo.

Da maneira que está só serve para a especulação imobiliária de empresas maiores. Tem empresa que toma um terreno, construiu e lá se instalou, passados os cinco anos – que lhe dá direito de posse – voltou para suas antigas instalações e venceu essa última.

Já o pequeno empresário que toma um terreno, acaba imobilizando seu dinheiro na construção e sem capital de giro acaba por devolver o terreno e edificação, com um prejuízo que as vezes determina sua falência.

Um exemplo: o empresário Carlos Franco, que há 26 anos está no mercado fabricando bolsas e mochilas e que até 2005 tinha 24 funcionários, está hoje com apenas 10 e perdeu praticamente tudo o que investiu.

Ele recebeu nesse ano um terreno de 600 metros ao lado da Alcoa e investiu tudo na edificação e mesmo assim não conseguiu concluir. Sem capital de giro, foi ao banco para tomar empréstimo e não conseguiu porque, não servia como garantia. Resultado: teve de devolver o terreno com a edificação.

Os empresários estarão hoje propondo as mudanças na lei para que as pequenas empresas sejam realmente beneficiadas com os incentivos.

Moreira veio a Lages buscar o voto dos convencionais

 

 

O vice-governador Eduardo Pinho Moreira esteve ontem em Lages para buscar os votos dos convencionais da região na convenção do PMDB que acontece dia 29. Ele e Mauro Mariani disputam a presidência do partido.

 

Reuni__o_20PMDB_20__20Fotos_20Sandro_20Scheuermann_20_284_29.JPG

Fotos: sandro scheuermann 

 

O principal argumento de Pinho Moreira é que o PMDB não pode desembarcar  do governo agora, faltando mais de um ano para seu término. “Vamos deixar para discutir as eleições em 2014 “, diz ele.

 

Pelas manifestações do deputado Mauro Mariani haveria o rompimento com o governo, e Pinho entende que o PMDB é parte dele.

 

No total são 540 os que têm direito a voto na convenção do partido. Em Lages são cinco votos – Benjamin Schultz, Décio Ribeiro, Cosme Polese, Elizeu Mattos e Luiz Ademar Paes. Na região são mais de 30 votos, pois há pelo menos um representante de cada município.

 

Ao que parece todos votarão em Pinho.

 

O vice-governador observou que procurou, de todas as formas evitar essa disputa, pois entende que só provocará desgaste no PMDB, mas Mariani foi irredutível.

 

Reuni__o_20PMDB_20__20Fotos_20Sandro_20Scheuermann_20_288_29.JPG

Lembrou que o PMDB de SC é o maior do país e cresceu significativamente na última eleição. “Não sei quem ganha essa disputa, mas sem quem perde: é o partido”, disse ele.

Pinho Moreira em Lages

 

Pinhomoreira.JPG

 

O vice-governador Eduardo Pinho Moreira estará em Lages hoje, às 18 horas.

 

Vem em missão política: conversar com os convencionais do PMDB com vistas à convenção do dia 29,

.

Vem buscar o voto das lideranças da serra para ser reconduzido à presidência  estadual do PMDB.

Sua eleição vai reforçar a ala do partido que defende a manutenção da aliança para a reeleição de Ciolombo.

Elizeu deve anunciar mudança no horário de expediente

 

 

O prefeito Eliuzeu Mattos deverá estar anunciando nas próximas horas a volta do expediente em dois turnos na prefeitura de Lages.

 

Durante a Festa do Pinhão ele conversou com muita gente que lhe cobrava o fim do  horário de verão no expediente da prefeitura.

 

E também foi contatado que acabará gerando economia, visto que hoje há muito gasto com horas extras. Os cargos comissionados não tem direito a hora extra, mas os efetivos sim.

 

Parece que a mudança de horário se dará a partir de 1º de julho

O PTN vai empossar a executiva

 

 

No dia 20 de julho, às 16 horas, acontece no  centro cívico cruz de Sousa encontro municipal do PTN, com a presença do presidente da executiva estadual, José Carlos de Paula.

imagesCA0M2OOU.jpg

Nesse encontro acontecerá a posse da nova executiva municipal do partido que tem Emerson Luiz da Silva como presidente.

 

 

emerson__2_.jpg

Emerson já assume o PTN colocando-se à disposição da sigla para concorrer a deputado estadual.

 

ptn.JPG

O partido realizou a sua convenção nacional, no dia 8, em São Paulo. O presidente nacional da sigla é  José Masci de Abreu e o presidente estadual é José Carlos de Paula.

Câmara de Otacílio Costa recebeu o secretário

 

 

Os investimentos que o Governo do Estado está realizando em Otacílio Costa foram tema de uma sessão especial na Câmara de Vereadores, ontem (17) à noite.

1__16_.JPG

Foto: Fábio Ramos

 

O secretário de Desenvolvimento Regional, Gabriel Ribeiro, falou sobre ações que refletem diretamente no dia a dia da sociedade. “Otacílio Costa é um dos maiores municípios da Serra Catarinense, e o Governo vem realizando ações para fortalecer todas as áreas, melhorando a qualidade de vida das pessoas”, disse o secretário regional, dando ênfase ao Pacto Por Santa Catarina, o programa lançado por Raimundo Colombo para acelerar o desenvolvimento do Estado. “Os impactos positivos desse investimento planejado serão vistos em todo o Estado”, concluiu. 

Também houve protestos em SC

 

Enquanto em outros estados as manifestações se referem ao aumento das tarifas urbanas, contra o gasto com a construção dos estádios milionários, etc… em SC a motivação é a demarcação de terras indígenas

05.JPG

A Funai quer criar ou ampliar 26 áreas para os povos primitivos, avançando sobre 40.000 hectares legalmente ocupados por 4.000 famílias rurais. Os municípios que concentram os maiores problemas são Saudades, Abelardo Luz, Ipuaçu, Cunha Porã, Chapecó, Seara, Araçá, Paial, Araquari, Palhoça e Vitor Meirelles.

 

09.jpg

O coordenador da FPA, deputado Valdir Colatto, assinalou que os produtores rurais estão sendo expropriados de suas propriedades por ação ideológica da Funai que, unilateralmente, cria áreas indígenas em áreas legalmente ocupadas e tituladas há mais de cem anos. “A Funai está fabricando áreas indígenas e falsificando índios para ocupá-las”.