Prefeitura divulga nota oficial

 

 

Comunicado oficial

 

Ref.: Situação dos medicamentos disponibilizados junto a Farmácia Básica da Secretaria Municipal da Saúde de Lages.

 

“A Prefeitura de Lages vem, por meio deste comunicado oficial, esclarecer o atual quadro verificado na Farmácia Básica da Secretaria Municipal da Saúde de Lages, com relação à distribuição gratuita de medicamentos. Cabe informar que de fato existe a carência no estoque de alguns medicamentos, notadamente de antidepressivos e para gastrite, que são os mais procurados.

Esta falta é decorrência da não realização em novembro de 2012 do processo licitatório para a compra dos mesmos. Diante deste fato, o município de Lages, por intermédio de sua Secretaria d Saúde, está adotando duas medidas:

1 – Uma licitação emergencial para a aquisição destes medicamentos que estão em falta, cujo processo deve ser concluído na primeira quinzena de fevereiro e que deve sanar a falta dos remédios.

2 – Uma licitação normal para recompor os estoques normais da Farmácia Básica. Este processo licitatório teve início em 8 de janeiro e devido aos trâmites burocráticos exigidos por Lei, só deve ser concluído no final do mês de fevereiro, início de março.

Pedimos a compreensão da população e garantimos que estamos com o máximo de empenho para minimizar os problemas de quem necessita destes medicamentos.”

Obras da UPA vão iniciar

 

 

 

 

Segundo informação da secretária da Saúde, Cristina Subtil,  a construção da UPA não andou ainda porque teve de ser alterado o projeto. É que não foi feito estudo de solo da região, próxima a rodoviária onde já foi até cercado para iniciar a obra.

 

Diz ela que essa UPA era para já ter sido construída em 2010. Desde essa época já tinha sido liberado o dinheiro, mas só está saindo agora.

 

As mudanças do projeto estão quase concluídas e na semana que vem iniciam as obras.

 

Quando estiver pronta, o atual Pronto Atendimento Tito Bianchini será desativado.

Oposição vai analisar a o projeto da reforma

 

 

Os nove vereadores de oposição marcaram uma reunião para segunda-feira, para analisarem o projeto de reforma administrativa da prefeitura que já está na Câmara para votação.

 

Segundo o posição, tem muita coisa a ser pesada na proposta, dentre elas a de elevar o número de comissionados e de cargos gratificados, além das coordenadorias.

 

Só reduz o número de secretarias de 25 para 20

Publiquei na coluna do CL

 

 

 

Proprietária de construtora exige

retratação pelo comentário feito

 

A proprietária da Construtora Kaufmann entrou em contato comigo ontem – na companhia de seu advogado -, para exigir uma retratação com relação à nota publicada na coluna do dia 22 a respeito dos problemas ocorridos nos condomínios Lili e Madruguinha e, mais recentemente no condomínio Tozzo, do Bela Vista. Poucas vezes me deparei com pessoa tão grosseira e mal educada como dessa senhora chamada Mara Kaufmann. É de uma prepotência que deixa qualquer pessoa estarrecida. Alertou de que eu não sei com quem estou lidando e que aguarde, pois vai me mostrar o seu poder. Chamou-me de ignorante por falar a respeito de um assunto do qual não conheço. Ameaçou processar-me por ter questionado o trabalho de sua construtora e ainda me questionou: como pode falar da falta de rede de esgoto do projeto das casas geminadas se eu não entendo de engenharia! Esqueceu ela que é de domínio publico os problemas decorridos nos prédios construídos em Lages. Tanto que geraram até a intervenção do Ministério Público e a assinatura de um termo de ajuste de conduta. Ela ainda detonou familiares com os quais mantinha sociedade e atribuiu a eles a responsabilidade pelos problemas decorrentes da construção dos condomínios Lili e Madruguinha, que administraram muito mal a construção e ainda deixaram mais de 400 ações trabalhistas. Já no caso do condomínio Tozzo, onde houve problema de infiltração e queda do reboco dos apartamentos, Mara Kaufmann disse que a empresa Mundial forneceu um lote de argamassa de má qualidade, e dos 280 apartamentos apenas 40 apresentaram o problema, mas já estão sendo reparados e o serviço só não foi concluído ainda por questão de acerto de horário e disponibilidade dos proprietários. Já com relação à rede de esgoto e de água do condomínio anexo, das casas geminadas – problema citado pelo próprio prefeito Elizeu durante sua última coletiva -, a empresa informa que houve a comunicação do fato à prefeitura, mas os administradores da época disseram que isso seria resolvido pelo próximo prefeito, uma vez que não seriam eles que fariam a entrega das moradias. Vejam então que a empresária explicou os problemas, mas não justificou, especialmente sua agressão gratuita. Se tinha algo a explicar, bastava informar que, com toda a certeza, abriria espaço na coluna, como o fiz.

 

As novas tarifas de energia

 

 

O Governo está promovendo a redução da tarifa, conforme  anunciado pela presidente da República, Dilma Rousself, na última quarta-feira,  dia  23.  Com  essas  medidas,  o  governo pretende alcançar redução média de 20,2% na fatura de energia.

Os   consumidores  residenciais  da  área  de  concessão  da  Celesc  serão favorecidos  com redução de 18,48% e a redução na indústria, em média, será de  20,03%. Veja a tabela abaixo com cálculo estimado para todas as classes de consumo na área de concessão da Celesc:

Classe/Cálculo de redução da tarifa

Baixa Tensão:
B1 – residencial = 18,48%
B2 – rural = 18,48%
B3 – demais classes = 18,48%
B4 – iluminação pública = 18,48%
Média do Grupo B = 18,48%

Indústria (conforme nível de tensão)
A2 – 88 a 138 kV = 21,84%
A3 – 69 kV = 20,92%
A3a – 30 a 44 kV = 19,09%
A4 – 2,3 a 25 kV = 19,01%
Média do Grupo A = 20,03%

Comércio – varia conforme nível de tensão de 18,48% a 19,01%

Posse da nova diretoria da OAB/SC

 

 

A cerimônia de posse dos novos Conselheiros e diretores da OAB-SC e dos diretores da Caixa de Assistência dos Advogados de Santa Catarina (CAASC) reuniu aproximadamente duas mil pessoas, de ontem, em Florianópolis – entre eles representantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, de entidades da sociedade civil organizada e advogados de todo o Estado.

 

RIC_1905.JPG

 

A todos, o novo Presidente da seccional catarinense da Ordem fez o apelo de união em torno de um objetivo comum: o Pacto pela Justiça.

 

A intenção é unir esforços para o aperfeiçoamento das ferramentas que garantam o acesso e a promoção da Justiça a todos os cidadãos. A proposta do Pacto pela Justiça abrange uma série de medidas. Em seu discurso, Cavallazzi abordou, por exemplo, a necessidade de parceria entre o Governo do Estado e os advogados para a oferta de auxílio aos cidadãos que não tem recursos.

Apoio à empresa Aurora

 

 

O Governo do Estado vai apoiar a reabertura da unidade de abate de suínos da Coopercentral Aurora Alimentos em Joaçaba, no Meio-Oeste catarinense.

DSC_0014.JPG

A decisão foi anunciada hoje, pelo governador Raimundo Colombo ao presidente da empresa, Mario Lanznaster. O Estado vai investir R$ 8 milhões na perfuração de poços profundos para dobrar a oferta de água potável na indústria e na construção de uma tubulação de seis quilômetros para o despejo dos efluentes tratados no Rio Caraguatá.

Participaram também da reunião o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, João Rodrigues; o prefeito de Joaçaba, Rafael Laske; e o vice-prefeito Marcos Weiss.

Carmen e Coruja visitam o prefeito e vice

 

 

O prefeito Elizeu Mattos e o vice Toni Duarte receberam a visita do ex-prefeito e ex-deputado Fernando Coruja e da deputada federal Carmen Zanotto. O encontro aconteceu no final da tarde de hoje. Coruja faz parte do Conselho de Administração, instituído por Elizeu, grupo este que acompanhará as atividades da prefeitura e funcionará como “orientador” em casos de necessidade. Todos os integrantes são voluntários.

 

Prefeito_e_vice_s__o_visitados_por_lideran__as_pol__ticas.JPG

Foto: Toninho Vieira

 

Já a deputada é mais um importante elo nas ligações entre a administração de Elizeu e Toni com a Câmara dos Deputados e o governo federal. Conforme o prefeito, ninguém trabalha sozinho e a soma de esforços entre pessoas e entidades, firmando parcerias fortes e baseadas na busca de solução de problemas vão trazer bons resultados.