Fernando Amaral vai substituir Delfes na pasta

O prefeito Ceron parece que se rendeu ao apelo popular e vai nomear Fernando Amaral como secretário de Serviços Públicos.

Recentemente quando ficou afastado das funções “por motivo de força maior”, foram muitos os apelos para o seu retorno. Sentindo esta popularidade, o prefeito optou agora por uma solução caseira para substituir os secretários que estão se desincompatibilizando.

Luiz Marin também deixou o PP e integrará a bancada do PSL

Informo a todos que a partir desta sexta-feira (03/04/2020) não sou mais filiado ao Progressistas, partido político ao qual eu estava filiado desde 30/9/2011. Neste período, fui eleito vereador em 2012 e 2016 pelo referido partido, tendo inclusive ocupado a presidência da Câmara de Vereadores em 2018. Aproveito essa oportunidade para agradecer aos membros da Executiva estadual, que me deram o suporte necessário para concorrer nos pleitos de 2012 e 2016, me tratando sempre com o devido respeito.

Entretanto, na vida temos a liberdade de refazer nossas escolhas e de optar por novos projetos. Como o projeto do partido para a eleição municipal deste ano não é o mesmo que o meu, decidi me desligar da sigla e trilhar um caminho que julgo mais alinhado às minhas ideias.

Entendo que, quando não nos sentimos confortáveis em algum lugar, devemos nos retirar; seja para não nos prejudicar, seja para não prejudicar os demais. Minha saída, publicizada através desta nota, se dá de forma pacífica, em respeito aos bons amigos progressistas que fiz ao longo dessa caminhada. A estes, o meu muito obrigado.

Falando em amigos, se eu fosse citar todos, certamente esqueceria algum nome. Por isso, centralizo o meu agradecimento na pessoa presidente do partido, Sandro Anacleto, pessoa pela qual tenho grande respeito.

Saio do PP com a consciência tranquila e certo de que contribuí da melhor forma que pude. Mas, tenho convicção de que as mudanças, por vezes, são necessárias em nossa vida – ainda que representem abrir mão da nossa zona de conforto.

Agora, seguirei meu rumo, olhando pra frente e cumprindo meu ofício com ainda mais independência. Jamais me deixarei amedrontar por qualquer desafio que Deus colocar diante de mim, a começar pelo que agora se inicia.

Por fim, ainda que a fase seja de mudanças, vos digo que certas coisas permanecem as mesmas de 52 anos atrás, quando iniciei minha militância política: os meus valores, o meu caráter e a vontade de fazer o melhor pela sociedade lageana.

Um forte abraço a todos.

Luiz Marin

Marin até ponderou a possibilidade de retornar ao MDB, mas acabou não resistindo ao canto da sereia e decidiu seguir o comandante Moisés, filiando-se ao PSL.

Com o dinheiro da Câmara será possível adquirir 1.800 cestas básicas

O secretário de Assistência Social, Jean Pierre, disse que em menos de 15 dias a secretaria entregou o volume de cestas básicas comumente distribuídas em um mês.

Está aguardando agora a chegada das cestas básicas adquiridas com os R$ 150 mil designados pela Câmara de Vereadores para fazer a entrega às famílias que precisam. Com este dinheiro está sendo possível comprar 1.800 cestas.

Governador deve vetar projeto que prorroga cobrança do ICMS por três meses

Segundo Carlos Moisés o governo pretende aplicar R$ 1 bilhão e 300 milhões no combate ao coronavírus do estado. Parte deste dinheiro irá para a construção de hospitais de campanha. Para isso vai precisar ajuda do governo federal.

Os deputados aprovaram projeto legislativo prorrogando por três meses o pagamento do ICMS. Ora, os recursos deste imposto representam mais de 70% da receita do estado.

 Portanto, o governador deverá vetar o projeto que já seguiu para sanção. Mesmo porque, diz Moisés, “tem vício de origem”. O legislativo não pode criar projeto que gere custo e tire recursos do executivo.

O governo ainda está estudando a implantação do ensino online, isso porque, no levantamento feito peça Secretaria da Educação, 18% dos cerca de 500 mil alunos da rede estadual não contam com acesso a internet. O governo está tentando encontrar uma forma de chegar até eles.

Também na área da educação já está definido que os produtos da merenda escolar serão distribuídos entre as famílias destes alunos.

Mais uma nota de esclarecimento sobre o caso do empresário Monarim

A Diretoria de Vigilância em Saúde de Lages esclarece um erro interno na divulgação do caso de Coronavírus confirmado em um empresário da cidade que estava em viagem aos Estados Unidos. Devido à grande demanda de trabalho e à quantidade de novas informações a todo momento, este órgão se equivocou ao afirmar que teria sido comunicado pelo paciente somente depois da imprensa. O laboratório onde ele fez o exame, em Florianópolis, o orientou a nos procurar tão logo saiu o resultado, o que foi feito por ele via telefone por volta das 12h40min desta quinta-feira, dia 2 de abril de 2020. A notícia começou a circular praticamente ao mesmo tempo nos meios de comunicação, mas não de maneira oficial, justamente porque até agora – 17h45min – ainda não há a confirmação do caso por parte do Laboratório Central do Governo do Estado (Lacen), onde são concentrados os dados de todos os municípios de Santa Catarina. Pedimos desculpas pelo transtorno e agradecemos pela compreensão.

Regina de Souza Oliveira

Diretora de Vigilância em Saúde

Secretaria Municipal da Saúde de Lages

Combate às informações falsas sobre o coronavírus

“O Ministério da Saúde lançou um canal de comunicação com a população para evitar que inverdades sobre o coronavírus (COVID-19) se espalhem e as mensagens sejam confirmadas como verdadeiras antes de que sejam repassadas. Trata-se do canal Saúde Sem Fake News, no endereço saude.gov.br/fakenews.

Lá, o cidadão encontrará respostas oficiais e atualizadas, podendo também enviar uma mensagem para o WhatsApp: (61) 99289-4640″.