E as passarelas da BR 282? A implantação emperrou na primeira

Passarela.jpg

O contrato para a construção das cinco passarelas na BR 282 foi assinado em abril de 2017 com a empresa Zanco. Em novembro do mesmo ano, a Zanco iniciou as sondagens dos locais para a instalação e elaborou os projetos.

Em junho deste ano foi iniciada a instalação da primeira delas. Aliás, a menor delas, do Distrito de Índios (Km 206,5), e que mesmo assim, parece que nem foi 100% concluída, com a promessa de dar imediato andamento das demais. Estamos esperando até agora.

O Dnit não deu nenhuma explicação, mas dá para prever que o motivo é a exigência de algum aditivo. Isso que nem tinha ainda começada a implantação já ocorreu um reajuste contratual de R$ 5.729.000,00 para R$ 6.131.826,50. Um mísero reajuste de R$ 402.826,50. Isso já se tornou usual.

Se na implantação daquela única passarela emperrou, o que dirá quando chegar (se chegar) a da altura da rua Campos Sales que exige, inclusive desapropriações.

 

Sem título_2.jpg

Muitas informações circulam nos bastidores

 

Há muitas informações circulando nos bastidores com referência a pedidos feitos pelo ex-governador Raimundo Colombo ao prefeito Antônio Ceron.

Colombo teria solicitado especial atenção para duas pessoas: Beatriz Montemezzo e João Alberto Duarte. Beatriz possivelmente não permanece na direção do Hospital Tereza Ramos na administração do Comandante Moises.

Por esta razão estaria sendo reivindicada a pasta da saúde municipal para ela. Mas, a simples menção desta possibilidade atiçaria o vice-prefeito, Juliano Polese que não admite abrir mão da pasta da saúde.

Ceron diz que tem de adequar o tamanho da máquina com o orçamento

Ceron11.jpg

Os secretários municipais têm o prazo até segunda-feira para entregar relatório detalhado ao prefeito Antônio Ceron apontando o enxugamento e economia que pode fazer em cada uma das pastas. Segundo o prefeito é preciso “adequar o tamanho da máquina à nossa capacidade orçamentária. ”

 Ele não fala em demissões, mas fica evidente quando disse que seria necessário reduzir 500 funcionários para obter esta adequação. Este enxugamento é imprescindível para “viabilizar as ações previstas para estes últimos dois anos de administração”, como lembrou Ceron esta semana. Embora descarte reforma administrativa, parece que há secretários que saem para as festas de final de ano e não retornam.

ADRs de Lages tem apenas oito comissionados

O coordenador da transição Luiz Felipe Ferreira disse que a extinção das ADRs vai acontecer no primeiro ato do governo Moisés, pois serão desativadas por decreto (trata-se de desativação, para posterior extinção junto com a reforma administrativa).

luiz_felipe_apagar.png

Admitiu que está havendo muita pressão para a manutenção das 20 ADRs, mas já é decisão tomada. " Vamos redesenhar a descentralização", disse ele, para informar que as regiões não serão desassistidas.

417dba88_9283_4a25_93b7_1018d2651cb8.jpg

Fonte: NSC/DC de 20/11/2018

Em Lages, a ADRs tem 87 funcionários mas, destes, somente oito são comissionados.

Na realidade a maioria dos comissionados que atuavam na ADRS de Lages estavam lotados na Casa Civil. Ali estava inclusive a esposa do depois secretário regional, que acabou indo para a Câmara de Vereadores na presidência de Aidamar Hoffer.

Municípios da região recebem R$ 3,5 milhões para ações diretas no social

0_17.jpg

Com a presença da deputada federal Carmen Zanotto, os prefeitos da Amures realizaram nesta segunda-feira, a penúltima assembleia geral do ano para tratar  dos projetos e emendas parlamentares ao Orçamento Geral da União.

Carmen explicou que tem direito a indicar como bancada 15 emendas e seis podem ser impositivas, sendo que três devem ser prioritariamente na área de saúde, educação ou segurança pública. 

O assessor de Assistência Social da Amures/Cisama Lauro dos Santos apresentou um diagnóstico sócio assistencial da região com ênfase aos recursos federais que entram nos municípios. E demonstrou que são mais de R$ 3,5 milhões que chegam aos municípios para ações diretas no social.

afb6f89e_8624_41db_b702_8d147e39fe8e.jpg

“Há também um recurso represado em conta, que na região supera os 530 mil e que os municípios podem usar para investimentos na assistência social”, destacou Lauro dos Santos. Ele apontou ainda, que valor repassado do Programa Bolsa Família aos beneficiários, supera R$ 25 milhões por ano atendendo pouco mais de 14 mil lares.

Foto: Oneris Lopes 

Empresário apresentou o projeto que está executando na Coxilha Rica

0_16.jpg

O empresário do setor da construção civil de Blumenau, Élvio Francisco Presa, fez no evento a apresentação do luxuoso Hotel Fazenda Cerro Azul, que está sendo construindo na Coxilha Rica, num investimento de cerca de R$ 20 milhões.

Foi apresentado também ao ministro, o Projeto da Orla Fluvial do Lago da Usina Hidrelétrica de Barra Grande, pelo diretor executivo da Agência de Desenvolvimento da Região dos Lagos – ADREL, César Lavoura.

A assessora de turismo da Amures/Cisama, Ana Vieira fez uma rápida explanação sobre o Plano de Ordenamento Territorial da Serra Catarinense, numa parceria com a deputada federal Carmen Zanotto que viabilizou emenda no valor de R$ 300 mil para a ação.

Ministro veio a Lages para fazer entrega de selo

0.jpg

A convite da deputada federal Carmen Zanotto e da Amures, o ministro do Turismo Vinícius Lummertz participou nesta segunda-feira (19) no auditório da CDL, da entrega oficial do Selo Prodetur+Turismo aos prefeitos de Lages, Urubici, Bom Jardim da Serra e Rio Rufino.

Ele também assinou um termo de referência para Elaboração do Plano de Desenvolvimento Territorial do Turismo da Serra Catarinense com valor de R$ 300 mil de emenda da deputada Carmen Zanotto. 

0_15.jpg

Para o presidente da Amures prefeito de Urubici Antônio Zilli, a presença do ministro à região é importante para reforçar as ações voltadas ao setor. “Estamos abrindo caminho para captar recursos com Selo Prodetur+Turismo. Significa que estamos alinhados com a Política Nacional de Turismo, com o Plano Nacional de Turismo e com as Diretrizes do Prodetur”, comentou Zilli.

A solenidade foi prestigiada também pelo presidente da Santur Valdir Walendowsky e vários prefeitos da Serra Catarinense. A entrega dos selos aos prefeitos Urubici Antônio Zilli, Lages Antônio Ceron, Bom Jardim da Serra Serginho Rodrigues de Oliveira e de Rio Rufino Thiago Costa foi feita pelo próprio ministro.

Fotos: Oneris Lopes 

Projeto de reforma administrativa fica pronto até o final do mês

unnamed_2.jpg

O professor Luiz Felipe Ferreira, coordenador do processo de transição de governo, afirmou nesta segunda-feira que o projeto de reforma administrativa do governador eleito Carlos Moisés deverá ficar pronto até o fim deste mês.

Um esboço já foi discutido entre Moisés e seus assessores mais próximos. Agora, nesta semana, o formato da futura estrutura administrativa será debatido entre a equipe de transição e representantes técnicos das secretarias de Estado.

 

“Acreditamos que até o dia 30 de novembro essa parte de reformulação da estrutura administrativa estará pronta. Aí, automaticamente carece a questão legislativa. A diretoria de assuntos legislativos, juntamente com a equipe da área jurídica, é que vai fazer essa normatização de como será a proposta encaminhada à Assembleia. A princípio, o governador acenou que isso poderá ser feito nos primeiros dias do ano que vem”, explicou Ferreira.

Um lageano em Dubai

0_13.jpg

O odontólogo e empresário lageano Mohamed,  ministrou palestra sobre Mercado e Tendências da Odontologia no Mundial, no Meeting Internacional de Ortodontia Autoligável, em Dobai, nos Emirados Árabes.

O presidente da Avantis e CEO do grupo Harmonique chamou atenção dos colegas ao falar sobre o futuro da profissão. Foi no último sábado e lá estavam cerca de 300 profissionais.