Pacientes da psiquiatria serão internados em São Joaquim e Ponte Alta

Há algum tempo o setor da saúde estava enfrentando problemas na região porque com o fechamento da ala São Luiz do Nossa Senhora dos Prazeres, não havia mais leitos disponíveis para atender os pacientes psiquiátricos na região.  

PIROLI_13468773635163.jpg

Segundo o gerente regional de Saúde, Aloísio Pirolli, a falta de leitos para atender os pacientes da psiquiatria está sendo solucionado agora.

Foram abertos 10 leitos no Hospital Sagrado Coração de Jesus de São Joaquim e outros 16 no Hospital da Fundação Médico-Social e Rural de Ponte Alta. Inclusive, esta última unidade estava fechado porque estava precisando de reforma. Com esta negociação o hospital pode ser reaberto pois receberá R$ 80 mil/mês por conta dos internamentos.

O hospital de São Joaquim também está cadastrado para as cirurgias seletivas. Com isso, a unidade que passava por problemas financeiros, está hoje sendo viabilizado com este convênio.

Incêndio consumiu totalmente a residência do Guarujá

77ceec4d_5679_46ae_8635_1dfb90b18a91.jpg

Veja como ficou destruída a casa atingida por incêndio na Rua João Pinto da luz, 961, do bairro Guarujá, nesta tarde de quinta-feira.

A residência de madeira, com 80 metros quadrados, teve queima total.  Nela morava um casal  – Débora Greice da Silva, 29 anos e Gilmar Rodrigues, 48 anos – com duas filhas: de dois e outra com quatro anos. A casa que ficava nos fundos, em que não morava ninguém, ficou intacta

 

Estado pagará valores não repassados aos municípios desde 2017

 
 
 Vitória em favor dos municípios na tarde desta quinta-feira, 22. A diretoria da Federação Catarinense de Municípios – FECAM, vinha acompanhando a ação movida pelo Ministério Público de Santa Catarina requerendo o pagamento de valores devidos aos municípios em face de verbas da saúde, tanto que a entidade ingressou como interessada, em nome dos municípios catarinenses, assim como também o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde – COSEMS.
Nesta tarde, em audiência conciliatória no Tribunal de Justiça, na 2ª Vara da Fazenda Pública da Comarca da capital, conduzida pelo Juiz Jefferson Zanini,  foi acordado que o Estado deve começar a pagar a dívida de R$ 81 milhões a partir do próximo ano.
 
O valor será pago em 35 parcelas mensais, iniciando a primeira parcela em março de 2019 com prazo até 15 de abril. A falta de pagamento acarretará em sequestro do valor necessário para o repasse aos municípios.
 
A ação obriga o Estado a cumprir a obrigação de participar do financiamento dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família para municípios que os possuem e executam ações e serviços básicos de saúde apenas com valores repassados pela União e recursos próprios. Englobam recursos de Farmácia, Odontológico, prisional, entre outros. Os repasses haviam sido suspensos em 2017. 
O acordo será submetido aos Conselho Superior da Procuradoria-geral do Estado de Santa Catarina que deve proferir decisão até o dia 13 de dezembro deste ano.

O binário continua gerando notícia na cidade

"Hoje na rádio o prefeito chegou a ser arrogante dizendo que não são os moradores e comerciantes que irao mudar a decisão da prefeitura", disse alguém que defende o cancelamento da implantação do binário na Frei Gabriel.

Isso teria acontecido durante entrevista hoje, na Rádio Clube para falar a respeito dos 252 anos de Lages.

Não acredito que tenha se referido ao caso desta forma, uma vez que ele mesmo informou que seria implantado de forma experimental para ver se a comunidade aceitava.

Comandante Moisés se reúne com o futuro ministro Guedes

5bf7053d1f5dd_1.jpg

O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, recebeu na tarde desta quinta-feira (22), em Brasília, a comitiva catarinense, composta pelo Presidente do PSL/SC, Lucas Esmeraldino, do Governador eleito, Carlos Moisés da Silva, dos deputados federais, Daniel Freitas e Fábio Schiochet, além do secretário-geral da sigla, Diego Goulart, e do atual secretário da Fazenda, Paulo Eli. Em pauta, a situação da economia brasileira e catarinense.

O comandante Carlos Moisés da Silva, aproveitou o momento para falar sobre a dívida pública de Santa Catarina, pontuando a necessidade de unir forças entre os governos estaduais e o federal.

“Nossa atenção está totalmente voltada para buscar meios de sanar a dívida do Estado, enxugar a máquina pública e fazer a economia de Santa Catarina crescer a cada dia. E, assim como nosso futuro Presidente destacou em reunião recente, se o Brasil não der certo, os Estados também não darão. É hora de buscarmos caminhos, juntos”, sublinha o Governador eleito.

Finalizando o encontro, o atual secretário da Fazenda, Paulo Eli, apresentou alguns dados sobre a economia catarinense.

Muitas flores nos canteiros das avenidas

0.jpg

Se eram estas as plantas que o secretário Euclides Mecabô disse que nos surpreenderiam ao florecer, valeu a expectativa. Sã bonitos mesmo estes lírios da cor salmão.

 

0_1.jpg

Uma primeira leva de mudas (30 mil) estão sendo plantadas e até o final do verão a estimativa é chegar a 80 mil mudas, das seguintes espécies: delfino, sálvia vermelha, alysson, tajet, sunpatiens, além de cinerária e festuca (arbustos ideais para formar as bordas dos canteiros).

Fotos: Marcelo Pakinha

Caminhão carregado de maçã tomba na SC 114

34681734_a50f_4505_86c9_aca2135507ca_696x392.jpg

Os bombeiros de São Joaquim  levaram mais de duas horas para conseguir tirar o motorista desta carreta das ferragens.

acidente aconteceu na SC-114, próximo à entrada da Santa Rita, entre Lages e São Joaquim. Pelo visto tombou ao fazer uma curva. Estava carregada de maçã.  O motorista, Joceni Pinheiro, 39 anos,  é natural de Brasília, no Distrito Federal.

https://notiserrasc.com.br/