TSE confirma a vaga no Senado a Jorginho Mello

jorginho_11.jpg

O senador eleito Jorginho Mello (PR) respirou aliviado na noite desta terça-feira. Após dois adiamentos, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgou o recurso especial apresentado por Lucas Esmeraldino (PSL), terceiro colocado na eleição, que questionava a regularidade da filiação de Beto Martins ao PSDB – o tucano era o segundo suplente da chapa. O pesselista pedia a cassação da chapa inteira.

O caso já havia sido julgado favoravelmente a Jorginho no Tribunal Regional Eleitoral e no próprio TSE. No julgamento do recurso especial, todos os ministros acompanharam o voto do relator Admar Gonzaga pela regularidade da situação de Beto Martins e do registro da chapa.

Upiara Boschi – NSC

https://www.nsctotal.com.br/colunistas/upiara-boschi/tse-rejeita-recurso-e-confirma-jorginho-mello-no-senado

Presidente do Guarujá contesta declaração do vereador João Chagas

Vereador alega que só o GUARUJA  e  nossa associação estão  sendo atendidos junto ao  poder público. 
O nobre vereador (João Chagas) tratou o bairro que o ajudou a ser eleito com desdém,  usando o termo "Aquele bairro" de uma forma muito desagradável e equivocada. 
 
NÃO RECEBEMOS VIA ASSOCIAÇÃO CASTRACOES PARA O GUARUJÁ NA ÚLTIMA SEMANA CONFORME SUA FALA. 
Obs: O Guaruja recebeu uma demanda de pedidos para castração de apenas 11 animais no inicio de 2018 e nessa ocasião outros bairros foram também contemplados.
A AMBG continuará  buscando melhorias para o GUARUJÁ e seus moradores, bem como atendimento dos seus requerimentos junto ao poder público. 
Esperamos continuar contando com o apoio de todos os vereadores de Lages.
Lamentamos as palavras ditas por esse vereador e o modo que o mesmo se dirigiu ao  nosso querido bairro. 
Esperamos que ele venha a público esclarecer estes equívocos.
 
Luiz Borges
Presidente da Associação do Guarujá

As 400 vagas nas creches serão abertas no espaço da Alam e do Centro André Luiz

 

Recentemente a prefeito firmou acordo com o Ministério Público se comprometendo a abrir 400 vagas por ano para o ensino infantil (creches) de zero a 5 anos, para em quatro anos zerar a fila de espera que está hoje em 1.600 crianças.

O vereador Jair Júnior até questionou este número, na sessão de segunda-feira, uma vez que a prefeitura havia informado que já tinha reduzido com as novas vagas abertas.

Para o ano que vem, a prefeitura contará com novos espaços na Alam e no Centro André Luiz que estão sendo adaptados para este fim. Há porém duas questões que os pais precisam estar cientes: uma vez aberta a vaga em uma unidade será chamada a primeira da fila e se não preenche-la por encontrar dificuldade por não ser próxima a sua casa, a vaga vai para a seguinte e a crianças sai da fila de espera.

Mesmo que a unidade esteja do outro lado da cidade do lugar em que ela mora.

E, estas vagas serão para apenas quatro horas e não o horário integral como ocorre nas demais creches. Não sei se chega a ser uma solução para as mães que trabalham fora.

Prefeitura tem R$ 5,9 milhões para gastar em exames de alta complexidade

Odils12.JPG

Conforme a secretária Odila Waldrick a prefeitura conseguiu uma verba de R$ 5,9 milhões para gastar em exames de alta complexidade, o que será possível zerar a lista de pedidos que estão hoje a espera destes exames.

Outra informação de Odila é sobre o Novembro Azul. Ao contrário do Outubro Rosa onde muitas mulheres procuraram as unidades para os exames de mamografia, no Novembro Azul apenas 116 homens fizeram os exames de prevenção do câncer de próstata. Isso demonstra a pouca preocupação dos homens no cuidado com a saúde.

Pacote de leis para reordenamento administrativo da prefeitura vai para a Câmara na segunda-feira

O prefeito Antônio Ceron já recebeu ontem os relatórios solicitadas aos secretários contendo as sugestões para melhorar o atendimento e reduzir os custos da máquina administrativa. Também faz parte destas medidas a mudança para o expediente único (alguns setores terão plantões pela manhã) já adotado a partir deste mês.

O pacote de lei sobre reordenamento administrativo deverá entrar na Câmara na segunda-feira, com o objetivo de que seja aprovado ainda antes do recesso do legislativo que deverá acontecer a partir do dia 11 de dezembro (última sessão do ano).

Ceron12.jpg

Para exemplificar do que se trata este reordenamento, o prefeito Antônio Ceron informou durante a coletiva nesta segunda-feira, a questão do lixo. Parte é tratado hoje pelo Secretaria de Serviços Urbanos e parte pela Semana. “Vocês sabem o que acontece com cachorro com dois donos…”, lembrou o prefeito.

Passará a ser tarefa da Semasa, se a Câmara aprovar. A questão da segurança é outro exemplo.

A Diretran que está hoje no gabinete do prefeito, deverá ir para a Secretaria de Obras e Planejamento. Toda a equipe da Diretran passa para esta pasta e os guardas ou vigilantes vão para as respectivas unidades que atendem.

São dois exemplos, mas são vários os casos, como de uma diretoria que dá suporte a Semasa mas não está em seu organograma. Ou da diretoria da Agricultura que passa agora para a Obras. “São apenas adequações”, diz o prefeito.  

80% do quadro de servidores é formado pelos servidores da Saúde e da Educação que não serão afetados pelas medidas.

O prefeito Ceron admitiu que há possibilidade de alteração da estrutura das secretarias, como o desmembramento das pastas que acumulam dos setores distintos, “mas não está prevista nesta pauta”, garante.

Uma dessas possibilidades seria o desmembramento da Habitação, hoje atrelada a pasta da Assistência Social. Mas, não está contemplada nos projetos deste pacote. Este ajuste já estava previsto ainda para o início do ano, mas acabará sendo incrementado somente agora, se obtiver a aprovação do legislativo.

Vereador pede cadeira de rodas para cadeirantes que visitam o cemitério

Os vereadores estão entrando com matérias curiosas neste findar do ano legislativo. Ivanildo Pereira, do PR, está pedindo que a administração estabeleça uma praça para os cachorros.

Pedro_1.jpg

Agora Pedro Figueredo apresentou moção sugerindo a possibilidade de disponibilizar cadeira de rodas aos visitantes dos cemitérios municipais, “atendendo à grande presença de idosos nas cerimônias de sepultamentos ou para auxiliar pessoas com problemas de locomoção ou que tiveram algum problema de saúde emocional provocado pelo luto”.

Entendo a preocupação com a acessibilidade, mas no caso do cemitério Cruz das Almas, fica difícil transitar com cadeira de rodas por lá. Primeiro é preciso dotar o cemitério desta acessibilidade.

Outro vereador está pedindo o fornecimento de CNH social, para os condutores que não tem como pagar as taxas para obtê-la. 

Para retirada do auxílio moradia juízes e desembargadores foram compensados com um reajuste salarial de 16,3%

 

O auxílio-moradia pago a juizes e desembargadores integrantes do Ministério Público e do Tribunal de Contas em SC consumia cerca de R$ 50 milhões por ano.

A retirada deste auxílio será compensada pelo reajuste de 16,3% nos salários, cuja lei foi sancionada pelo presidente Temer.

Quer dizer, para deixar de receber uma ajuda absurda têm de ser compensados com um reajuste em índices nunca concedido à categoria alguma. Mas, juizes e desembargadores são deuses que nenhum político ousa desagradar.

 

IMG_20181128_082611829.jpg

Cronograma de pagamento dos salários do funcionalismo

A Secretaria de Administração e Fazenda confirma as datas de pagamento do 13º salário e do mês de novembro dos servidores municipais da prefeitura. Nesta quinta-feira (29) estarão disponíveis nas contas dos servidores ativos e inativos, em parcela única, os valores referentes ao 13º. Já no dia 30, sexta-feira, estará depositado o salário normal do mês de novembro.

Com estes pagamentos múltiplos, aos quais estão previstos o do mês de dezembro e rescisões contratuais, a prefeitura de Lages deverá injetar cerca de R$ 60 milhões na economia da cidade.

Vereador quer que o governo doe instalações da ADR para a prefeitura de Lages

Lucas12.jpg

Durante a sessão de segunda-feira (26), o vereador Lucas Neves (PP) propôs que o Governo do Estado doe a espaço físico da Agência de Desenvolvimento Regional de (ADR) para a prefeitura de Lages. Lucas defende que a estrutura localizada na BR 282 seja utilizada por órgãos ligados ao poder executivo municipal.

“O governador eleito já anunciou que desativará todas as ADRs, e o espaço que abriga a ADR Lages pode ser bem aproveitado pela prefeitura. A doação geraria uma economia significativa em aluguéis para o município”, explica o vereador Lucas Neves.

ADR_Lages.jpg

O requerimento foi aprovado pelos demais vereadores, encaminhado para o governador Eduardo Pinho Moreira, e deverá chegar às mãos do governador eleito, Comandante Moisés.

Notificações dos radares móveis vão começar a valer

radar_2_607x480.jpg

Na semana que vem começa a valer as notificações feitas pelos radares móveis. A informação é do secretário de Obras e Planejamento, Claiton Bertoluzzi.

São dois radares, um deles operado pela PM e outro pelos agentes de Trânsito que estão controlado a velocidade dos veículos nas principais avenidas. Como as avenidas de Lages tem diferentes limites de velocidade, os motoristas devem ficar atentos às placas de sinalização.

Velocidade máxima para cada uma das vias:

Vias urbanas:
– trânsito rápido: 80 km/h;
– arterial: 60 km/h;
– coletora: 40 km/h, e
– local: 30 km/h

Vias rurais:
– rodovia pavimentada:
automóveis, camionetas, caminhonetes e motos – 110 km/h;
caminhões, ônibus e micro-ônibus – 90 km/h;
demais veículos – 80 km/h, e
– estrada de terra, ferro e calçamento de pedras: 60 km/h

O CTB classifica as vias como segue, em quatro subgrupos:  

Vias urbanas
De trânsito rápido – vias com diversas faixas, sem semáforos, sem trânsito de pedestres e com grande extensão;

Arterial – avenidas com semáforos, cruzamentos e grande fluxo de trânsito, que ligam regiões de uma cidade;

Coletora  – ruas que permitem o acesso e saída das vias arteriais, normalmente com semáforos e que permitem a circulação dentro de uma região da cidade, e

Local – ruas de pequeno porte, com cruzamentos sem semáforo, pouco fluxo de trânsito e utilizadas normalmente para circulação local.

 

Vias rurais
Rodovia – via rural pavimentada
Estrada – via rural não pavimentada