Operação Xeque-Mate prende 39 pessoas, entre eles ex-assessor da Câmara e agente penitenciário

 

Trinta e nove homens foram presos entre esta quinta e sexta-feira (31 e 01), em diversos bairros de Lages, na Operação Xeque-Mate ocorreu por ação da DIC, com apoio do Departamento de Administração Prisional (Deap).

38e67de4_2a3c_48ea_a76b_a3d5e0ab6313.jpg

Todos são envolvidos em uma facção criminosa estadual. A Divisão de Investigação Criminal (DIC) investiga todos os envolvidos desde outubro de 2016. Entre os membros estão um agente penitenciário e um ex-assessor de vereador da Câmara de Vereadores (Edson Schneider).

Prefeitos pedem continuidade das obras ao governador Moisés

7d8f579a-2e0e-49df-8693-122d1d95af32_1.jpg

Os prefeito de Anita Garibaldi, João Cidinei da Silva e de Celso Ramos, Ondino de Medeiros aproveitaram a posse dos deputados, nesta manhã, na Assembleia para um rápido contato com o governador Carlos Moisés.

Mostraram as condições da estrada entre Anita e Celso Ramos, da SC 390, que hoje estão paralisadas. Eles pedem a retomada das obras de asfaltamento. 

 

3f3efe29_442f_4170_9d2e_1c3f6738d376.jpg

O coordenador do PSL na Serra, Airton Amaral com os deputados estaduais do partido Ricardo Alba, Felipe Estevão e Coronel Mocelin.

Além da posse dos deputados também foi escolhido o presidente da Casa. Júlio Garcia, do PSD, foi eleito por aclamação. Apoio unânime dos 40 eleitos.

 

Composição da mesa da Assembleia:

Presidente: Julio Garcia (PSD)

1º vice-presidente: deputado Mauro Nadal (MDB)

2º vice-presidente: deputado Rodrigo Minotto (PDT)

1º secretário: deputado Laércio Schuster (PSB)

2º secretário: deputado Altair Silva (PP)

3º secretário: Nilso Berlanda (PR).

Gente indo embora por falta de oportunidade de emprego em Lages

"VEJAM SÓ… Recebi uma cliente, que entre os atendimentos que fiz, teve que ir embora com a família de Lages por falta de oportunidades de emprego. Perguntei para ela como estava na cidade que hoje moram. Ela respondeu da mesma forma que dezenas de lageanos que já fiz a mesma pergunta… Disse que a cidade que recebeu sua família é muito boa, o trabalho do esposo é muito bom e que estão felizes. E no final da conversa disse que só não voltam para Lages por falta de oportunidades. GENTE DO CÉU! Ao mesmo tempo que fiquei muito feliz por estarem bem, me vem aquele descontentamento de ver como as coisas funcionam por aqui. Vamos ser sinceros! Lages está precisando dizer para que veio ao mundo! Se é para ser uma capital do turismo, que os responsáveis façam a sua parte e a transformem nisso. Temos que escolher um norte e segui-lo, fazendo a nossa cidade ter garantias de oportunidades… Principalmente para estes lageanos como a minha cliente… Que são pessoas que ainda sonham em voltar para a cidade amada, trabalhar, se aposentar e ter a certeza que sairão daqui apenas para passear.

Adailton Camargo

Em sua página do Facebook

Há que se discutir este assunto. Esta é uma das razões de Lages se manter no patamar de 159 mil habitantes e não sair disso. Vale a pena ler os relatos (comentátios) desta postagem:

 

 

Comentários
 
  • Monika De Liz Amarante Justamente , foi a primeira escolha de ter saído de Lages tao nova , só queria oportunidades coisas que aí eu não tive, já cheguei ouvir em entrevista quer o emprego e esse valor x quase valor de coxinha não quer tem muitos que querem , acho que povo trabalhador e que precisa de muito mais oportunidades !

    1

    • Adailton Camargo Hoje está em Blumenau, né? Cidade que recebeu vocês muito bem e estão fazendo o maior sucesso naquilo que escolheram para a vida. Poderia sem em Lages. Mas a gente percebe que o esforço aqui não é grande. Falta criatividade e vontade de alçar caminhos maiores… Infelizmente.

      1

  • Robert Luuh Cavalheiro Enquanto floripa pagam 150 uma faxina…lages paga 80 90 e chorando muito

    1

     
  • Vinéia Köche Vc viu que postei ontem sobre a Serra???

    1

  • André Nunes Rosa Qual cidade que essa família foi?

    1

  • Mirian De Liz Marian Eu saí em 87 com 19 anos … por falta de empregos para os jovens … e não mudou quase nada!

    2

     
  • Romualdo Romulo Como ja falei outro dia caro Adailton Camargo,lages esta jogada as traças essa administração realizou o sonho de estar no poder pra exterminar com nossa cidade, o que tem pra fazer nessa cidade nos fins de semana ?salto caveiras? Pra sair de la e ter o risco de ser batido pir alguém bebado ,que é só o que tem lá cachaça e som alto, se é que da pra chamar aquilo de som

    2

     
  • Enio Ribeiro Filho Caro Adailton Camargo . Desde 1969, portanto ha 50 anos, vejo a classe política e as entidades civis de Lages falando em "descobrir/procurar a vocaçao economica". Quantos prefeitos, quantas entidades, quantos deputados, Senadores e até governador passaram desde entao? Aos poucos, com o passar do tempo, fica parecendo que a vocaçao de Lages é exportar lageanos para o litoral …

    3

        •  

Câmara gasta R$ 300 mil por ano só com vencimentos de um funcionário

Conversei com o vereador Amarildo Farias (PT) que está retornando às atividades da Câmara depois de passar por uma pequena cirurgia. Ele garantiu que conversou com os demais membros da mesa e não haverá mais contratações além dos 20 cargos comissionados.

Isto é, através da empresa terceirizada. Serão apenas os 14 já existentes. Ocorre que a mesa estava se articulando para incluir mais cinco vagas na empresa terceirizada mas, ao que parece, foi abortada a ideia. Na realidade a Câmara não para de gerar fatos e alimentar nossas páginas, pois cada dia se descobre novas facetas.

Em função de tais contratação acabei chegando até o funcionário que deveria fazer este controle interno, e por quem todas as ações no legislativo deveriam passar. Pelo visto é inoperante.

Foi no portal transparência que encontrei os dados deste servidor efetivo, portanto concursado, na função de controlador interno, e levei um susto quando me deparei com seus vencimentos de R$ 21,7 mil, sendo que em dezembro, com o 13º terceiro recebeu nada menos do que R$ 55. 256,00.

Você já pensou ganhar esta fábula e ainda não fazer nada? Os vencimentos são de R$ 11,9 mil, mas está cheio de penduricalhos, como R$ 4.191,00 de triênio; R$ 1.696,00 de função gratificada; R$ 239,00 de promoção funcional; e pasmem: R$ 695,00 de vale alimentação e mais R$ 2.993,00 de incentivo a titulação.

Só ele consume R$ 300 mil da verba destinada ao legislativo por ano. Mais que o prefeito.

Com este salário ainda precisa de incentivo à titulação e vale alimentação? Realmente não tem limite a capacidade destes políticos de criar vantagens e expedientes para aumentar a renda dos que já ganham muito.

Se repete aqui a velha frase: pode até ser legal – pois eles criam as regras e leis para validar os privilégios – mas é imoral. Não acredito que um sujeito que exerce um cargo deste contribui com a comunidade, pois com tantos privilégios vai querer se incomodar barrando uma licitação, impedido gastos ou contratações? Obviamente que não. Só acredito mesmo que a política mude a partir do dia em que se acabe com estes altos salários e benesses no poder público, como por exemplo a concessão de R$ 33 mil de auxílio mudança para os deputados federais eleitos ou reeleitos.

Governador Moisés falou a respeito da redução das agências

IMG_20190201_083407761.jpg

Na entrevista que o governador Moisés concedeu nesta quinta-feira ele falou a respeito da redução das gerências da saúde. Quanto levantei esta questão aqui, ontem, Airton Amaral chamou de fake news com intenção maldosa.

Aqui está o novo modelo desenhado:

nova_estrutura_da_saude_prioriza_logistica_eficiencia_e_economia_20190130_1566634281.jpg

Na nova estrutura serão sete macrorregionais (em vermelho)-  Chapecó (Oeste e Extremo-Oeste), Joaçaba (Meio-Oeste e Planalto Serrano), Joinville (Norte e Nordeste), Blumenau (Vale e Alto Vale do Itajaí), Itajaí (Foz do Rio Itajaí), Florianópolis (Região Metropolitana) e Criciúma (Sul) e cinco regionais (azul) em Lages, Tubarão, Mafra, Rio do Sul e São Miguel do Oeste  que ficarão subordinadas as macrorregionais. A de Lages fica submetida a Joaçaba.

O modelo idealizado não é ruim, o único problema é subordinar Lages ao Macrorregional de Joaçaba. Apenas isso!

 

A regional de saúde de Lages tem hoje 27 funcionários, a maioria são funcionários de carreira. Portanto, com a redução da unidade daqui estes serv idores irão para onde? Para o Hospital Tereza Ramos?

PM detém seis pessoas na Operação Choque de Ordem

0_24.jpg

A Operação Choque de Ordem do 6º Batalhão de Polícia Militar realizada em Lages entre os dias 22 e 29 de janeiro, resultou na prisão de seis pessoas. Duas em flagrante por tráfico de entorpecentes, e outras quatro por cumprimento de mandados de prisão.
 
Durante a Operação que mobilizou mais de 20 policiais todos os dias, foram realizadas abordagens a 126 pessoas, 13 bares fiscalizados, lavrados 239 autos de infração de trânsito e executadas 20 barreiras policiais. 
 
As equipes atuaram, de forma estratégica, para coibir homicídios, roubo, furto e tráfico de entorpecentes. 

Cão dos bombeiros de Curitibanos localiza vítima em Brumadinho

15489529437471a464_l700.jpg

No início da tarde desta quinta-feira (31), a dupla da equipe do 2º Batalhão de Bombeiros Militar de Curitibanos, Cabo Fumagalli e o cão Hunter localizaram a primeira vítima durante o trabalho feito em Brumadinho (Minas Gerais), onde uma barragem se rompeu na última sexta-feira (25). 

Depois que Hunter indicou o local onde havia uma pessoa soterrada, a equipe aérea do Corpo de Bombeiros se deslocou até o ponto para retirar a vítima com o auxílio de um helicóptero. A dupla de bombeiros curitibanense se deslocou para Minas Gerais na tarde da última terça-feira (29).  O Tenente Coronel Diniz, de Curitibanos, acredita que a equipe terá sucesso em localizar mais pessoas.

Também está lá uma equipe do Corpo de Bombeiros de Lages.

Confira no site do Jornal A Semana no link abaixo:

http://asemanacuritibanos.com.br/not%C3%ADcias/2.1203/hunter-c%C3%A3o-de-curitibanos-localiza-v%C3%ADtima-em-brumadinho-1.2120898

Diretor do Tereza Ramos pediu exoneração do cargo

Fabiano Brum pediu exoneração do cargo de diretor do Hospital Tereza Ramos.

Durou pouco no cargo, isso porque queria trabalhar apenas 4 horas por dia e continuar atuando como anestesista de quatro hospitais.

Quando lhe foi cobrado o cumprimento do horário porque estava virando um caos tal a falta de comando, disse que tinha acertado quando convidado para trabalhar apenas quatro horas por dia. O secretário de saúde disse que não. Tinha de cumprir as 8 horas. Ai então desistiu do cargo.

 

Bauer vai integrar equipe de Jair Bolsonaro

Quem não se elegeu ou se reelegeu está agora buscando espaço no governo. Brigando por cargos.

Paulo_Bauer_Foto_George_Gianni_PSDB_7site.jpg

É o caso do agora ex-senador Paulo Bauer (PSDB) . Assume, na próxima segunda-feira (3), a Secretária Especial da Casa Civil para o Senado Federal, durante o governo do presidente Jair Bolsonaro.

Encerra seu mandato hoje (31), agora será o responsável por cuidar dos interesses dos senadores no Palácio do Planalto acompanhando seus trabalhos, realizando o encaminhamento e apoio às reivindicações feitas por eles junto aos Órgãos da Administração Federal.

Vira e mexe acaba se descobrindo que o governo nem mudou tanto assim. Ainda continuam os mesmos usufruindo do poder de uma forma ou outra.