Obras de revitalização do centro já tiveram o seu primeiro aditivo

0_32.jpg

O secretário de Obras, João Alberto Duarte, informou, em reunião com a direção da Acil, que deverá ser assinado ainda nesta semana, o convênio entre a Prefeitura e a Caixa para liberação de recursos para pavimentação de 70 ruas.

“Foram indicadas cerca de 90 ruas, para serem escolhidas as 70 que serão pavimentadas. Assim que forem definidas o Prefeito irá anunciar a lista das ruas contempladas. Em todas elas a Semasa fará toda a rede de esgoto antes de iniciar a pavimentação. Será uma obra completa”, explicou.

A frente da Secretaria de Planejamento e Obras há apenas um mês, observou que entra as maiores dificuldades enfrentadas neste tempo foi a paralisação da obra de revitalização do centro porque surgiu a necessidade de fazer uma análise de solos e descobriu-se que o solo tem muita água, o que requer um tipo de fundação diferente do que estava previsto no projeto. Com isso a empreiteira que está realizando a obra fez um pedido de aditivo.

Foto: Sheila Rosa

Ceron se compromete a multiplicar as ações do projeto SC Ainda Melhor

Prefeitos_1.jpg

O prefeito Antônio Ceron participou, na terça-feira, de jantar oferecido pelo Grupo NSC, quando foi apresentado à bancada catarinense na Assembleia Legislativa e a autoridades, na Capital, o projeto SC Ainda Melhor.

Deputados, prefeitos e representantes de todos os poderes foram convidados a firmarem um pacto em torno dos 5 eixos do projeto: gestão da dívida do Estado; foco na segurança pública; valorização da educação; investimento em tecnologia e inteligência; e eficiência na gestão e visão de estadista.

 

A força e a união de todos os presentes foram enfatizadas durante o jantar pelo presidente da NSC, Mário Neves. Em nome dos parlamentares catarinenses, o presidente da Assembleia Legislativa, Julio Garcia, colocou a Casa ao lado do projeto.

O presidente da Federação dos Municípios (Fecam), Joares Ponticelli, e os prefeitos de Florianópolis, Gean Loureiro; de Blumenau, Mário Hildebrand; Chapecó, Luciano Buligon; São José, Adeliana Dal Pont; e Lages, Antonio Ceron, foram convidados a multiplicar as ações do projeto pelo Estado.

Foto: Léo Munhoz

 

 

Parceria para abrir mais espaço no cemitério da Penha

David Moro (MDB) está solicitando que a Prefeitura de Lages realize parcerias com empresas privadas para a construção de novos espaços no Cemitério Nossa Senhora da Penha.  Isso porque, conforme informações obtidas junto ao Cartório de Registro houve aumento do núimero de óbitos e segundo dados da Secretaria ce Serviços Público já em 2017 não havia mais vagas no cemitério.

Meio_Ambiente_comunica_sobre_regularizacao_de_concessao_no_cemiterio_Penha_1489006091.jpg

Havia apenas a "gaveta de emergência", sendo que as gavetas públicas obedecem o tempo de cinco anos para permanência, sendo que após este período as famílias são notificadas e avisadas para tomarem providências. O município dispõe de seis blocos, sendo que cada bloco tem 80 gavetas públicas. Sendo que o Cemitério Nossa Senhora da Penha em 2017 já contava com cerca de 8.840 sepulturas e com 13.723 sepultados."

Diante do fato de que, atualmente, o maior cemitério de Lages é o localizado no bairro da Penha, o qual em 2017 já continha uma grande quantidade de túmulos ocupados, necessário se faz que a Prefeitura Municipal realize esta parceria com as empresas privadas para que novos espaços sejam disponibilizados, pois com o passar de mais dois anos, já não há mais espaço no Cemitério Nossa Senhora da Penha.

 

 

 

Governo quer tirar R$ 47 milhões do orçamento da Udesc

Vereadores Amarildo Farias (PT), Bruno Hartmann (PSDB), Ivanildo Pereira (PR), Jair Junior (PSD) e Osni Freitas (PDT) apresentaram moção de repúdio contra o Projeto de Lei nº 089.4/2019, que retira recursos do Orçamento da Udesc.

A Udesc, criada em 1965, dispõe de uma estrutura distribuída em 12 unidades em nove cidades do Estado, além de 32 polos de apoio presencial para o ensino à distância. Possui cerca de 15 mil alunos distribuídos em 59 cursos de graduação e 48 mestrados e doutorados, todos oferecidos gratuitamente. Possui um quadro de professores com mais de 95% de mestres e doutores.

O Governo propôs a redução de repasse para a Udesc dos atuais 2,49% para 2,24% da receita líquida do Estado. O orçamento previsto para o exercício de 2019 da Udesc é de R$ 467 milhões, que sendo aprovado o Projeto de Lei 089.4/2019 causará uma queda orçamentária de 10%, o que representará R$ 47 milhões a menor.

 

Ministro Freitas diz que as obras na BR 282 não podem parar

0_29.jpg

Em reunião na noite de terça-feira (23), com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas e representantes do Fórum Parlamentar Catarinense, a deputada federal Carmen Zanotto (Cidadania-SC) destacou a urgência de uma solução para as rodovias federais catarinenses. 

A parlamentar propôs a liberação, de forma emergencial, de R$ 35 milhões do orçamento da bancada federal catarinense para manutenção da BR-282 e a consequente recomposição orçamentária para as rodovias federais. “Vamos olhar com atenção para a BR-282 e posso garantir que vamos lutar para liberar os R$ 35 milhões. A obra não pode parar”, garantiu o ministro. 

Carmen ainda destacou que há muitas urgências em relação à Santa Catarina, entre elas, a logística e a malha rodoviária do Estado. 

Sobre o Contorno Viário na Grande Florianópolis, Tarcísio Freitas disse que no dia 29, haverá uma reunião com os representantes da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e a equipe técnica, para traçar um cronograma.

Ao final da reunião a deputada Carmen convidou o Ministro para visitar o Estado. “Vamos a Santa Catarina para visitar a obra e iremos nos comprometer com o cronograma e com todas as etapas”, salientou Freitas.

Terreno da Berneck está sendo preparado para receber as obras da unidade

A Berneck iniciou a terraplanagem na área em que vai instalar sua terceira unidade à margem da BR-116, próximo à ponte do rio Caveiras, na divisa entre Lages e Capão Alto. Os outros dois parques fabris estão localizados em Curitibanos e Araucária, no Paraná.

Bernek.jpg

Máquinas de infraestrutura e caminhões basculantes (caçambas) trabalham no local no serviço de destocamento, que consiste na retirada de tocos e raízes das árvores de pinheiro americano (pinus) do reflorestamento que havia no território, além de haver a limpeza da área, antecedendo a terraplanagem com nivelamento do solo.

0_27.jpg

Fotos: Marcelo Pakinha

 
 

Com a reforma, governo vai economizar R$ 10 milhões por mês

6dec6d3f_cd3e_43d9_95dd_4bdd9d9fa8a2.jpg

“Há pressa para aprovar a Reforma Administrativa, afinal ela significa R$ 10 milhões por mês aos cofres públicos”, afirmou o secretário da Casa Civil, Douglas Borba, ao ser questionado sobre o envio da Reforma para a Assembleia Legislativa em regime de urgência.

A previsão de economia é de mais de R$ 120 milhões por ano com as mudanças propostas. Borba representou oficialmente o Governo do Estado na audiências pública desta terça-feira, na Alesc, ao lado de outros secretários e dirigentes de órgãos estaduais.

CPi realiza novas oitivas nesta quarta-feira

Na manhã desta quarta-feira (24), a partir das 9h, a CPI do Pronto Atendimento Tito Bianchini vai realizar a quarta sessão de oitivas. Desta vez serão ouvidos médicos plantonistas e o gerente do P.A.

O objetivo da Comissão é ouvir os diferentes atores que compõem o cenário da saúde na referida unidade de saúde, sendo que nos momentos anteriores foram realizadas oitivas com gestores, enfermeiros, pacientes e pessoas que testemunharam casos onde o atendimento não foi o desejado pelos usuários.