13 comentários em “Sobre o abandono do aeroporto de Lages”

  1. Tem um aeroporto internacional distante apenas 3 hs de Lages. Vôo diário Lages x São Paulo não é viável, não tem demanda. Fora isso, é conversa fiada.

  2. Mas não tem um aeroporto internacional distante 95Km de Caxias do Sul ainda mais movimentado do que Florianópolis e nem nem por isso Caxias deixou de operar voos regulares em seu aeroporto? Ponta Grossa está a 1h 43m de Curitiba que também possui aeroporto internacional e também tem voos regulares, Cascavel está a 130Km do aeroporto internacional de Foz e nem por isso deixa de ter voos regulares então pra mim isso é a eterna síndrome de peter pan e desculpa para mascarar a incompetência de nossas autoridades que talevz nem saibam quantos passageiros embarcaram por aqui em 2018 e 2019 e se sabem não tornam esse dado público sabe-se lá por que. Fato é o voo era ou não rentável? Saia ou não com lotação média de 70% ? Se saia o voo não é conversa fiada é viavel e é desenvolvimento para nossa região.

  3. Me desculpem luis Flecha, a ocupação do voo Lages era fantástica, beirando 80%, quase sempre lotado, um dos problemas que Azul enfrentou foi o abandono do aeródromo, mato, sujo, animais invadindo a pista que colocava em risco os pousos e decolagens, falta de manutenção da pista e etc. O voo foi um sucesso, deu certo, o que deu errado foi essa administração atual achar que é mais importante a rodoviária que o aeroporto. Quantas vezes o atual prefeito embarcou no vôo da Azul aqui em Lages? Nenhuma! A regularidade dos voos era de fazer inveja em muitos aeroportos. O governo do estado está fazendo o certo, já que o aeroporto administrado pela prefeitura está abandonado, está investindo no outro para resolver questões dos voos, apesar de eu achar que o aeroporto de Correia Pinto, estar no lugar errado, distante com um pedágio no meio e com uma localização problemática na questão climática. Queiram ou não , mas faz falta o Eliseu.

  4. Luis Flecha, na fale besteira, o voo Lages tinha uma ocupação invejável, chegava perto de 80% , regularidade de pousos e decolagens invejável, dificilmente tinha cancelamentos, era de fazer inveja em muitos aeroportos. O que levou a Azul a abandonar o voo foi pelo abandono do aeroporto pela atual administração, até por questões de segurança. Vai lá conferir e você vai ver.

  5. Luis Flecha , o desprezo da atual administração com o aeroporto e de tal tamanho que o prefeito nunca embarcou no voo da Azul aqui em Lages. Dias atrás passei por lá e vi cachorros na pista, pois as cercas estão caindo, o mato tomando conta, sujeira por todos os lados, pista sem manutenção e etc. Aquilo que era bonito e bem cuidado na época do Eliseu, virou tapera.

  6. Três horas é só até Palhoca….mais três horas no engarrafamento de Floripa até embarcar…mais tres horas conexao…mais outra….um dia todo e aí se chega em Brasília.

    Tem Lageano que gosta disso.

    Vejam se Chapecó toleraria ou tolera esse desleixo que o lageano aceita bovinamente.

    Lá o time de Futebol da cidade decola de seu aeroporto com destino ao mundo.

  7. Se fosse viável Lages x São Paulo diário, as empresas aéreas já teriam investido. É um negócio, não depende de vontade política. Não temos demanda. A imprensa poderia procurar os empresários do ramo, ao invés de utilizar fontes pouco confiáveis.

  8. Não entendo uns falam que não existia demanda porém vários comentários indicam que existia boa demanda, aliás quando pude presenciar os voos saiam e chegavam sempre com boa lotação… Não estão confundido essa falta de demanda com a época da falecida NHT com aeronaves pequenas, rotas ruins e irregulares? Acho que concordo com alguns comentários, o lageano aceitou que é pequeno e crescimento é só no litoral mesmo…

  9. E o pior é que não se vê um movimento dessa atual administração no sentido de tentar voltar com os voos da Azul, que tinha excelente ocupação e sao fundamentais para nossa mobilidade. Me parece que nao têm interesse, nao sei o por quê.
    Só queM nao usava o serviço, e que nao entende a necessidade dele na cidade, é que acha normal nao termos voos aqui na cidade, e direto pra SP (no caso Campinas, o que era excelente), pois era comum, chegarmos em Curitiba e vermos mais de 80% dos passageiros embarcaram para SP .
    E ainda vieram com aquela conversinha de tentar emplacar uma empresa obscura, com rotas péssimas e caras, lá do Mato Grosso..
    Será que existem interesses outros, ??????

  10. Pois é Anderson, é bem estranho pois tudo começou com essa troca do voo para Curitiba e simplesmente assim ficou, depois veio a pandemia e perdemos de vez a azul surgiu essa conversa de empresa pequena operando novamente aqui, hora isso depois de já termos tido péssimas experiências com a NHT… Penso ainda mais depois de termos uma empresa do porte da Azul operando com uma aeronave moderna voltar no tempo com empresas pequenas com custos altos e rotas bem duvidosas fica complicado… Entendo que se continuassse a Azul e novas possibilidades de rotas ainda que com aeronaves menores seria uma evolução, agora voltarmos no tempo?

Deixe um comentário