Savian receberá capacitação no Programa Renova Cidades

O professor universitário de Lages Moisés Savian foi selecionado e fará parte do grupo de 60 catarinenses que receberão capacitação e formação do Programa Renova Cidades. Foram 31 mil inscritos em todo o país. Essa é a segunda edição da seleção pública de estudantes do RenovaBR. Em 2017 e 2018 o programa selecionou e capacitou diversas pessoas tendo contribuído na eleição de 17 lideranças como deputados estaduais, federais e até um senador.

Para Savian essa é uma grande oportunidade para se capacitar para ser um agente público. Ele destaca que “a complexidade da gestão pública exige muito conhecimento e é isso que busco no RenovaBR, conhecimento para melhorar a vida das pessoas da nossa cidade.”

5 comentários em “Savian receberá capacitação no Programa Renova Cidades”

  1. Sem dúvida que pelo curriculo e a sua capacitação técnica e arguto interprete da sociedade lageana, deveria ser um candidato para a prefeitura, chega de aventureiros e descapacitados e que só enrolam a população. O mal da sociedade lageana e do Brasil é votarem em amigos, religiosos e fascistas de direita, geralmente não votam em, currículos, porque já se embrenhou na sociedade abtroca de votos por outros artigos e o nível dos candidatos caem de sobremaneira. Somos ainda uma cidade pobre, atrasada e isso é terreno fértil para os enganadores de plantão.Vide PSDB, PSL, DEM e outros.

  2. Julho, é claro que preferimos em lages ainda sermos pobres, subservientes as oligarquias e as famílas que ainda dominam a política local, isso provoca baixos salários, uma classe trabalhadora explorada e é claro que isso é muito vantajoso para a elite lageana que se aproveita disso. Moisés, com certeza é o mais preparado para a prefeitura lageana e tentar quebrar esse ciclo de pobreza e baixo desenvolvimento que a região atravessa. Por isso convido você para apoiar essa nova mudança para Lages.

  3. Julio, no quê o trabalhador assusta as elites locais, pois o trabalho na serra já é muito pouco remunerado, não há poder aquisitivo para se comprar nada, não saímos do lugar, se é tão bom com a direita, porque ela não implementa as transformações que a região precisa, parece quebcriaram um monstro e mesmo pobres a população tem medo em que poderá quebrar estes paradigmas sociais na serra. Reclama-se do PT mas não colocam alternativas diferentes e mesmo a direita não oferece nada para a região só exploração social.

Deixe um comentário